17 C
São Paulo
quarta-feira, 24/07/2024

Audiovisual reivindicam espaço na Ancine

Data:

Compartilhe:

Criada em 2001, a Agência Nacional do Cinema tem, entre suas atribuições, o fomento, a regulação e a fiscalização do mercado do cinema e do audiovisual.

Nos anos Temer e Bolsonaro, a Ancine passou por um processo de desmanche e desformatação. Agora, no governo Lula, o Ministério da Cultura tenta reposicionar a Agência no cenário cultural. Não sem demandas.

Uma delas é garantir no conselho de representantes a participação dos trabalhadores na indústria do audiovisual. Sonia Santana, presidente do Sindcine, comenta: “Somos nós que fazemos e mantemos em pé o cinema. Não tem sentido ficar de fora da Ancine. Temos legitimidade e podemos contribuir”.

Lula ampliou o número de conselheiros, mas os que representam o trabalho não foram chamados. Sonia Santana persiste: “Estamos enviando ofício ao Ministério da Cultura mostrando que essa exclusão não tem sentido. Os que representam o trabalho precisam ter assento na grande agência nacional do setor”.

Gestores da Ancine também mostram desconhecer o mercado (o audivisual já tem peso no PIB nacional). Segundo a dirigente, “produtoras conceituadas, que têm empregados celetistas e regulares, estão sendo varridas dos editais”.

Esse espaço acaba ocupado por produtoras sem infraestrutura e empregadores que descumprem o Piso, a Convenção Coletiva e direitos trabalhistas em geral. Ou seja, uma agência do Estado acaba dando espaço – e recursos públicos – a quem paga mal, impõe jornadas abusivas e precariza condições de trabalho.

Ofício – Assim que enviado à Ancine, a Agência Sindical divulgará o documento.

MAIS – Site do Sindcine e da Agência Sindical.

Conteúdo Relacionado

Professorado começa a planejar campanha 2025

No mês de junho, a Federação dos Professores no Estado de São Paulo e os 25 Sindicatos integrantes assinaram o último acordo coletivo de...

Eleição metalúrgica será unitária

Com a unidade consolidada por meio da Chapa 1 - “A luta faz a lei!” - os metalúrgicos de São Paulo e Mogi das...

Comerciários/UGT promovem Mutirão e Encontro Nacional

Dois fatos marcarão o calendário dos Comerciários de São Paulo e também da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central à qual o Sindicato é...

Portaria de Marinho é lesiva aos frentistas

O Brasil possui perto de 500 mil trabalhadores em postos de combustíveis e lojas de conveniência.  A categoria, por atuar em ambiente insalubre, recebe...

Metalúrgicos do ABC fazem Arraiá

Mais uma entidade promove Festa Julina. Agora, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. O arraiá da categoria acontecerá dia 19 e 20 (sexta e...