Frentistas de SP debatem direitos trabalhistas com Carrefour

0
513

Dirigentes da Federação dos Frentistas do Estado de SP (Fepospetro) participaram dia 18 de reunião com representantes do hipermercado Carrefour.

O encontrou debateu irregularidades praticadas pela rede varejista, tais como número insuficiente de trabalhadores nos postos, problemas com utilização do banco de horas e com o pagamento de horas extras em feriados.

Participaram Luís Arraes, presidente Fepospetro  e do Sinpospetro de Osasco; Eusébio Luís Pinto Neto,  presidente da Federação Nacional (Fenepospetro) e do Sinpospetro do Rio de Janeiro; além de lideranças de Sindicatos filiados.

Arraes também cobrou o fim das práticas antissindicais denunciada pelos trabalhadores da rede, que possui 75 postos de abastecimento em 13 Estados, 30 apenas em SP.

Patronal – Em resposta às queixas, o diretor de relações sindicais do Carrefour, Arismar Souza, e o gerente nacional do Carrefour, Leonardo Silva, afirmaram que os “problemas pontuais” nesse sentido serão resolvidos.

Segundo Arraes,  nos últimos anos, a Fepospetro reforçou o combate às irregularidades praticadas pelo Carrefour.  “Em 2017, após uma série de reuniões, conquistamos para trabalhadores  reajustes sobre salários e benefícios, entre outras adequações previstas na Convenção Coletiva da categoria”, afirma o dirigente.

Mais – Acesse o site da Fepospetro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui