15.6 C
São Paulo
sábado, 15/06/2024

Miguel Torres explica greve nas montadoras dos EUA

Data:

Compartilhe:

Ontem (19), por volta das 19 horas, a Agência Sindical ouviu o presidente da Força Sindical, Miguel Torres, que se encontra nos Estados Unidos. Ele integra a delegação sindical, convidada pelo presidente Lula, para a abertura da 78ª Conferência da ONU.

Miguel também compõe o grupo de dirigentes que, nos EUA, manifesta apoio à greve dos metalúrgicos em três montadoras locais. Ele diz: “Nós nos reunimos à tarde com dois representantes do Sindicato norte-americano, UAW (United Auto Workers), e outros companheiros do comando de greve. O encontro aconteceu em Nova Iorque, mas o epicentro do movimento ocorre em Detroit”.

Os metalúrgicos reivindicam aumento de até 46% e criticam o abusivo repasse de dividendos a acionistas e CEOs das empresas. O dirigente explica que “as montadoras estão ganhando muito dinheiro, segundo relatam os sindicalistas do UAW”.

Exploração – A jornada de trabalho é abusiva e faz lembrar situações precárias em países do Terceiro Mundo. O presidente da Força Sindical conta: “Os companheiros estão trabalhando cerca de 12 horas por dia, sete dias por semana.”

Biden – Político originalmente ligado ao sindicalismo, o próprio presidente da República dos EUA, Joe Biden, apelou às montadoras por aumento salarial. Miguel Torres observa: “A grande imprensa entendeu como natural o pedido de Biden, por causa de sua trajetória junto aos Sindicatos. Aqui, seria diferente o tratamento”.

Marinho – A pedido do presidente Lula, o ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, participou do encontro entre Força, CUT, UGT, CTB, Nova Central e CSB e o comitê de trabalhadores das montadoras e do UAW. O metalúrgico Valter Sanches, ex-presidente do IndustriAll, também participou. A greve, comandado pela entidade, e iniciada dia 15, paralisa General Motors, Ford e Stellantis (antiga Crhysler).

MAISSite das Centrais e da OIT (ILO).

Conteúdo Relacionado

Cesta básica sobe, mostra o Dieese

Pesquisa mensal do Dieese apura que em maio o valor do conjunto de alimentos básicos aumentou em 11 das 17 Capitais. A Pesquisa Nacional...

Sindicato de Niterói firma aditivo com avanços

Mais uma vitória para uma grande parcela de frentistas no Estado do Rio de Janeiro. Desta vez, de Araruama, Cachoeira de Macacu, Guapimirim, Iguaba...

Miguel da Força defende democracia e inclusão

Na quarta (12), Miguel Torres falou em nome do sindicalismo nacional e da classe trabalhadora na Conferência da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra,...

CUT debate os impactos dos parques eólicos para a classe trabalhadora

A CUT debateu nesta terça-feira (11) e quarta-feira (12) em Natal, no Rio Grande do Norte, os impactos dos parques eólicos nas comunidades locais,...

Químicos de Rio Claro fazem Curso de Fortalecimento da CIPA

O Sindicato dos Químicos de Rio Claro e Região, em parceria com o DIESAT e com o apoio da FEQUIMFAR, realiza entre os dias 10...