21.9 C
São Paulo
quarta-feira, 12/06/2024

A ganância do capitalismo – Artur Bueno de Camargo

Data:

Compartilhe:

A ganância do capitalismo e de seus aliados não tem limite | O peso das decisões dos poderes depende das tendências daqueles que chegam nestas posições – seja no Executivo, no Legislativo ou no Judiciário.

O ex-presidente Michel Temer e o atual presidente Jair Bolsonaro devem odiar o movimento sindical e a classe trabalhadora. Com o apoio da maioria dos deputados e senadores e a ratificação do STF, aprovaram, em 2017, a Lei 13.467, que foi uma destruição dos direitos dos trabalhaores e uma tentativa de desmontar o movimento sindical.
online pharmacy http://www.tvaxbiomedical.com/images/jpg/albuterol.html no prescription drugstore

Mas acontece que na representação dos trabalhadores existem pessoas comprometidas com as causas das classes representadas, que não desistem nunca da luta e não se calam diante dos ataques.

As tentativas deste atual governo de retirar direitos dos trabalhadores são constantes. Chega a ser nojento quando uma pessoa que ocupou o mais alto cargo no TST usou de sua posição em 2017 para apoiar a destruição de direitos dos trabalhadores e suas representações. Não se dando por satisfeito, o dito cujo, ex-juiz do TST, senhor Ives Gandra, passou a fazer parte de um Grupo de Altos Estudos do Trabalho (GAET), criado por este governo, que acaba de formular um novo ataque aos direitos dos trabalhadores.
online pharmacy http://www.tvaxbiomedical.com/images/jpg/ivermectin.html no prescription drugstore

Desta vez os ataques vão desde o não reconhecimento do vínculo empregatício dos prestadores de serviços, como tirar o direito dos trabalhadores em folgar aos domingos, responsabilizá-los quando sofrerem um acidente de trabalho sem uso de equipamento, limitar o sindicato a ajuizar processo na condição de substituto processual, descaraterização do sistema confederativo, permissão de sindicato por empresa, entre outros ataques.

Companheiros e companheiras sindicalistas, esta proposta se encontra no Conselho Nacional do Trabalho, órgão tripartite, vinculado ao MTP – Ministério do Trabalho e Previdência. Precisamos identificar quem são os representantes dos trabalhadores neste conselho para discutirmos estratégias de ações e resistência.

Entre em contato com a central sindical de sua entidade para fazer esta discussão.
online pharmacy http://www.tvaxbiomedical.com/images/jpg/zithromax.html no prescription drugstore

Esta é uma luta de classe.

A nossa unidade garante a vitória da classe trabalhadora.

Clique aqui e leia mais artigos.

Conteúdo Relacionado

O capital quer sindicatos sem dinheiro e trabalho infantil – Marcos Verlaine

Se depender dos patrões, do chamado mercado e do capital, os sindicatos no Brasil serão asfixiados financeiramente e morrerão à míngua. Isto de 1...

A privatização no Brasil – Paulo Henrique Viana

Os pontos negativos da privatização no Brasil Um dos principais argumentos contra a privatização é a questão da acessibilidade. Quando serviços públicos essenciais, como energia,...

Ação sindical em defesa dos engenheiros – Murilo Pinheiro

Campanhas salariais 2024, que abrangem mais de 100 mil profissionais, seguem a todo vapor. Mobilização e participação efetiva da categoria é essencial para reforçar...

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto – Nilton Neco

Nesta quinta-feira (06) o Governo Federal anunciou a medida provisória que concede dois salários mínimos para os trabalhadores afetados pelas enchentes, se mostrando mais...

Luta dos trabalhadores da enfermagem merece solidariedade do brasileiro – Adilson Araújo

Não é novidade para ninguém que no Brasil os salários atribuídos à classe trabalhadora são miseravelmente baixos, o que faz da sobrevivência uma ginástica...