23.8 C
São Paulo
terça-feira, 18/06/2024

Carta de Brasília marca 10 anos da NR dos frigoríficos

Data:

Compartilhe:

A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação (CNTA Afins)  realizou, nos dias 19 e 20 de abril , seminário “Trabalho Digno em Frigoríficos – Comemoração aos 10 anos da NR 36”.

O evento contou com parceria da Contac (Confederação Brasileira Democrática dos Trabalhadores da Alimentação) e UITA – União Internacional dos Trabalhadores em Alimentação. A iniciativa teve apoio do Ministério Público do Trabalho (MPT), da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho e da Escola Superior do Ministério Público da União.

Evento – Durante dois dias, mais de 400 sindicalistas, magistrados e autoridades debateram as condições de trabalho nos frigoríficos brasileiros e a importância da NR 36. “Houve uma verdadeira mobilização de todas essas entidades para a realização do evento. Entendemos que a data e o momento são um verdadeiro marco para o setor de frigoríficos”, diz Artur Bueno de Camargo, presidente da CNTA.

Publicada em 19 de abril de 2013, a Norma Regulamentadora 36, foi resultado de anos de discussão e luta do movimento sindical, do MPT e de diversos técnicos em saúde e segurança do trabalho. A norma estabelece parâmetros mínimos para a garantia da segurança e saúde dos trabalhadores.

“Trata-se de um marco para um setor que, infelizmente, ainda abriga um trabalho precário que adoece, mutila e torna inválidos muitos trabalhadores. É um desafio pra defesa básica dos direitos humanos. Ainda há de ser feito”, diz Camargo.

Como resultado, as entidades apresentaram a Carta de Brasília, documento histórico pelo seu significado nacional e internacional na luta dos trabalhadores por um ambiente de trabalho digno, salubre, humano e justo.

A advogada dra. Rita Vivas, ladeada por Nelson Morelli (Contac), Gerardo Iglesias (UITA) e Artur Bueno de Camargo (CNTA), leu o documento, que traz os  desafios de luta que se apresentam para o futuro do trabalho em frigoríficos.

Carta de BrasíliaClique aqui e leia.

 

Conteúdo Relacionado

Metalúrgicos de Catalão conquistam avanços

Depois de muita negociação, terminou com boas notícias a Campanha Salarial 2024/2025 da John Deere, no Catalão, em Goiás. Os metalúrgicos conseguiram conquistar reajuste...

Cesta básica sobe, mostra o Dieese

Pesquisa mensal do Dieese apura que em maio o valor do conjunto de alimentos básicos aumentou em 11 das 17 Capitais. A Pesquisa Nacional...

Sindicato de Niterói firma aditivo com avanços

Mais uma vitória para uma grande parcela de frentistas no Estado do Rio de Janeiro. Desta vez, de Araruama, Cachoeira de Macacu, Guapimirim, Iguaba...

Miguel da Força defende democracia e inclusão

Na quarta (12), Miguel Torres falou em nome do sindicalismo nacional e da classe trabalhadora na Conferência da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra,...

CUT debate os impactos dos parques eólicos para a classe trabalhadora

A CUT debateu nesta terça-feira (11) e quarta-feira (12) em Natal, no Rio Grande do Norte, os impactos dos parques eólicos nas comunidades locais,...