Dirigente metalúrgico destaca papel do Estado

0
44

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região (Força Sindical), Josinaldo José de Barros (Cabeça), publicou quarta, no jornal Guarulhos Hoje, o artigo “Os papéis do Estado”.

O líder de uma categoria com 46 mil, em 1,2 mil fábricas em Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel, afirma: “A boa condução do Estado por um governante patriota pode beneficiar o conjunto da sociedade. Afinal, qual o papel do Estado? É, acima de tudo, zelar pela condição de vida dos cidadãos e proteger a economia nacional”.

Cabeça lista várias iniciativas e programas do governo federal, entre os quais “a decisão do BNDES de liberar R$ 1,3 bi pro Rodoanel, uma obra que beneficiará todo o Estado, com forte impacto na Grande São Paulo. Só o trecho Norte tem 44 quilômetros”.

Indústria – Para o dirigente metalúrgico, “o Nova Indústria Brasil ajudará na neoindustrialização”. Ele afirma: “Vai fortalecer a indústria nacional e dinamizar amplas cadeias produtivas. Os trabalhadores esperam mais emprego e renda”.

Seu artigo fustiga os neoliberais. “Eles ficam nervosos quando o Estado estimula o setor produtivo, incentiva a ciência e a tecnologia. O Nova Indústria também visa criar um forte núcleo no setor médico. Vale lembrar que no começo da Covid-19 faltou até álcool gel e o espessante tinha que ser importado”.

Para Cabeça, a conversa de que o Estado sufoca o mercado “é furada”. Ele comenta: “O Estado, quando bem dirigido, valoriza o setor produtivo, estimula o emprego e ajuda a melhorar a vida da população”.

“O Estado é ruim – argumenta – quando censura e persegue o cidadão, como na ditadura. Já o Estado Democrático de Direito, que age dentro da Constituição, é uma conquista civilizatória, que a sociedade pode tornar melhor a cada dia, com leis justas e medidas corretivas gradativas”.

MAIS – Site dos Metalúrgicos de Guarulhos e RegiãoClique aqui e leia o artigo na íntegra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui