20.6 C
São Paulo
sábado, 20/04/2024

Ensino Superior pode entrar em greve no estado de SP

Data:

Compartilhe:

Segue emperrada a campanha salarial dos professores e pessoal administrativo do ensino superior privado. Quinta (4), terminou sem acordo a reunião entre a Comissão de Negociação, representada pela Federação dos Professores do Estado de SP, e o setor patronal.

Segundo Celso Napolitano, presidente da Fepesp e do SinproSP, as mantenedoras se mantêm intransigentes. “Eles se negam a repor a inflação em 2023 e desconsideram o julgamento do Tribunal Regional do Trabalho do dissídio de 2022, que determinou reajuste salarial de 10.78% a partir de março de 2022, além de garantir por quatro anos direitos inscritos na convenção coletiva de trabalho”, ele afirma.

Para dar fim ao impasse, a Fepesp chegou a apresentar uma proposta, com nove pontos que contemplam as reinvindicações dos professores e pessoal administrativo. Além de respeito à sentença do TRT e à recuperação das perdas causadas pela inflação nos salários, os trabalhadores querem discutir a precarização das condições de trabalho imposto com o ensino à distância, entre outros pontos.

Porém, segundo Napolitano, os representantes das mantenedoras se recusaram a alterar sua contraproposta salarial.

Diante do impasse, entre os dias 4 e 12, trabalhadores de todo o estado realizam assembleia para avaliar a postural patronal e definir os próximos passos do movimento. Em São Paulo, Santos, Campinas e Ribeirão Preto as assembleias aprovaram estado de greve, com paralisação para o dia 22.

Ao final da rodada de assembleias os sindicatos da Fepesp devem se reunir para consolidar suas deliberações e definir os próximos passos da campanha salarial.

Mais – Acesse o site da Fepesp e do SinproSP.

 

 

Conteúdo Relacionado

Escola do Sinpro SP promove novos cursos

A Escola de Professores do Sinpro SP está com vagas abertas para dois novos cursos neste mês de abril. A programação é voltada para...

Portuários fazem paralisação em 14 portos do país

Trabalhadores portuários de diversas regiões do País fizeram uma paralisação de seis horas na manhã de quinta-feira, 18. A ação abrangeu 14 dos 32...

Sindicalismo mantém ganhos reais elevados

Segue alto o índice dos aumentos reais nas negociações coletivas. A avaliação é do Dieese, que publica o boletim mensal "De Olho nas Negociações". O...

Metalúrgicos de Guarulhos vão inaugurar trilha no Clube de Campo

O Clube de Campo do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região é a maior e mais completa área de lazer da cidade. E...

Frentistas do Rio conquistam aumento de 7,3%

Avanços para os 11 mil trabalhadores em postos de combustíveis do Município do Rio de Janeiro. A Comissão de Negociação, que representa os empregados,...