16.6 C
São Paulo
sábado, 20/04/2024

Ministério do Trabalho forte une sindicalismo, diz Patah

Data:

Compartilhe:

Quem entra na sala do presidente do Sindicato dos Comerciários de São Paulo, Ricardo Patah, se depara com um busto em madeira de Getúlio Vargas. Foi Getúlio quem criou o Ministério do Trabalho, chamado “ministério da Revolução”, tendo em vista o movimento revolucionário vitorioso de 1930, do qual o gaúcho foi comandante.

Patah defende a volta do Ministério, desfeito por Bolsonaro em seu primeiro dia de governo, em 2019. “O Brasil precisa de um Ministério do Trabalho com força política, prestígio, recursos e quadro adequado de Servidores”, argumenta o sindicalista, que também preside a União Geral de Trabalhadores – UGT.

Para o líder ugetista, “o imenso e recente assédio eleitoral sobre trabalhadores de Norte a Sul do Brasil, pra que votassem em Bolsonaro, não teria ocorrido com um Ministério forte, capaz de mediar, fiscalizar a punir maus empresários”.

A recriação da Pasta do Trabalho “é pleito de todas as Centrais e do sindicalismo, até porque seu desmonte ampliou os abusos, inclusive com crescimento do trabalho análogo à escravidão”, diz Ricardo Patah. Atualmente têm acontecido muitos acidentes de trabalho e o arremedo de Ministério não dispõe de agentes fiscais pra inspecionar os ambientes de trabalho.

Formação – No entender de Patah, “um Ministério do Trabalho forte também seria um fórum permanente de diálogo sobre os desafios do mercado de trabalho, ante as novas tecnologias”. Ele completa: “Também vejo como papel desse Ministério a formação profissional e a requalificação da mão de obra”.

MAIS – Sites do SECSP e da UGT

Conteúdo Relacionado

Escola do Sinpro SP promove novos cursos

A Escola de Professores do Sinpro SP está com vagas abertas para dois novos cursos neste mês de abril. A programação é voltada para...

Portuários fazem paralisação em 14 portos do país

Trabalhadores portuários de diversas regiões do País fizeram uma paralisação de seis horas na manhã de quinta-feira, 18. A ação abrangeu 14 dos 32...

Sindicalismo mantém ganhos reais elevados

Segue alto o índice dos aumentos reais nas negociações coletivas. A avaliação é do Dieese, que publica o boletim mensal "De Olho nas Negociações". O...

Metalúrgicos de Guarulhos vão inaugurar trilha no Clube de Campo

O Clube de Campo do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região é a maior e mais completa área de lazer da cidade. E...

Frentistas do Rio conquistam aumento de 7,3%

Avanços para os 11 mil trabalhadores em postos de combustíveis do Município do Rio de Janeiro. A Comissão de Negociação, que representa os empregados,...