OMS indica que pandemia está subestimada no Brasil

0
269

Diretor-executivo da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, afirmou, nesta segunda (22), que o número real de pessoas contaminadas pela Covid-19 no Brasil pode estar subestimado. De acordo com os dados divulgados, 31% dos testes de coronavírus dão positivo.

Pesquisa do Imperial College, de Londres, mostra que o número de mortos declarados no País na última semana também aponta subnotificação de casos de infecção.

Para a entidade inglesa, o Brasil registrou 34% dos casos possíveis, o que significa que o número de infectados pode ser maior. Michael Ryan afirma que, em países que aplicam grande número de testes, a taxa de resultados positivos fica em 5%.

Estimativas – O estudo do Imperial College parte da premissa de que a taxa de mortalidade da Covid-19 é de 1,38%, sendo uma morte a cada 72,5 pessoas infectadas. Domingo (21), o Brasil atingiu a marca de 50.659 mortes. A estimativa do centro de pesquisas é de 3,671 milhões de pessoas infectadas.

Fonte: Folha de S. Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui