15.6 C
São Paulo
sexta-feira, 12/07/2024

Sindicato de Niterói firma aditivo com avanços

Data:

Compartilhe:

Mais uma vitória para uma grande parcela de frentistas no Estado do Rio de Janeiro. Desta vez, de Araruama, Cachoeira de Macacu, Guapimirim, Iguaba Grande, Itaboraí, Magé, Maricá, Niterói, Petrópolis, São Gonçalo, Saquarema, Tanguá e Teresópolis. Por meio de negociação, consagrada em Termo Aditivo da Convenção Coletiva 2023/2025, o Sinpospetro Niterói e Região conquistou reajuste no Piso Salarial, no Abono, seguro de vida e cartão-alimentação.

Com o reajuste de 4,2%, o Piso Salarial da categoria sobe agora pra R$ 2.026,23, incluído o Adicional de Periculosidade.

Abono – Conquistado aumento de 10%. Pagamento de R$ 682,00 será em duas parcelas. A primeira, na folha de setembro, pra funcionários registrados entre 1º de junho de 2023 e 30 de maio de 2024. Segunda, na folha de outubro, pra registrados no mesmo período.
Quem foi registrado na Carteira depois de maio recebe ao tempo proporcional até a data-base, em 1º de junho.

Alimentação – Auxílio melhora em 10% a partir de 1º de junho. Trabalhadores receberão, sem custo, o auxílio-alimentação de R$ 322,10 até o 5º dia útil de cada mês. Valor será creditado em cartão eletrônico, seguindo o Programa de Alimentação do Trabalhador.

Outra conquista ocorre no seguro de vida. O aumento foi de 4,2%, a partir de junho de 2024. As empresas devem contratar seguro de vida em grupo pra seus empregados, A saber:

• R$ 39.459,59 – caso de morte acidental ou invalidez permanente por acidente.
• R$ 19.730,99 – morte natural ou invalidez permanente por doença.
• R$ 3.946,22 – auxílio-funeral por morte do empregado.
• R$ 9.827,86 – morte natural ou acidental do cônjuge ou companheiro.
• R$ 3.288,47 – morte natural ou acidental de filhos do empregado, desde que tenham entre 14 e 18 anos.

O Sindicato ressalta que a cobertura do seguro é válida no período de trabalho na empresa, durante a vigência da Convenção Coletiva. Termo Aditivo cobre seis mil trabalhadores.

Avanço – Alexsandro Silva, presidente do Sinpospetro Niterói, afirma: “As conquistas provam ser essencial a união de um Sindicato feita de trabalhador pra trabalhador. Com nossa presença na base, entendemos, conversamos e corremos atrás do que a base da categoria necessita. Continuaremos na luta, e que venha 2025, quando, sem dúvida, iremos conquistar cláusulas ainda mais benéficas à nossa categoria”.

O presidente explica os avanços no termo aditivo como complemento do que já foi conquistado pelo Sindicato. Ele diz: “Salários e demais cláusulas econômicas serão reajustados em 1º de junho de 2025, mediante negociação”. A negociação completa pode ser acessada aqui.

Fenepospetro – Eusébio Pinto Neto, presidente da Federação Nacional da categoria, parabeniza a luta dos companheiros. Ele afirma: “Continuaremos a batalhar pela nossa categoria em todo o País. Essa é mais uma conquista aos trabalhadores do Rio de Janeiro, alcançada com muita competência e empenho pelo Sindicato de Niterói e a base representada”.

MAIS – Site do Sinpospetro Niterói.

Conteúdo Relacionado

Consultor vê País normalizado e Lula mais forte

O ambiente nacional está mais calmo. A economia vai bem. As relações entre Executivo e Legislativo avançaram. E as condições para o diálogo e...

Sindicato e UGT apoiam luta nos EUA

O Sindicato dos Comerciários de São Paulo (filiado à UGT) foi representado pela diretora Maria das Graças da Silva Reis nos atos da Campanha...

Futebol Metalúrgico faz final domingo

Termina dia 14, domingo, o 27º Campeonato de Futebol dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região (Grande SP). Competição já teve 57 partidas, com 195...

Foi forte o Dia da Luta Operária

Teve grande participação sindical e popular a edição 2024 do Dia da Luta Operária, em 9 de julho. Mesmo com frio intenso e chuva,...

Mercado é 0,5% da população, diz economista

Nas últimas semanas, a palavra mercado foi uma das mais utilizadas na mídia, principalmente pelos comentaristas de economia.O viés ideológico dessa cobertura empodera o...