Sinpospetro de Curitiba faz ato contra racismo

0
144

Na manhã desta segunda (16), o Sinpospetro de Curitiba realizou ato nas escadarias da Câmara Municipal da Capital do Estado. A manifestação protesta contra as ofensas racistas sofridas por um frentista no bairro do Boqueirão, Curitiba. Cerca de 50 pessoas participaram. Além de sindicalistas, os vereadores Angelo Vanhoni, Professora Josete, Geórgia Prates, Rodrigo Reis, Dalton Borba e Herivelto Oliveira, bem como o deputado estadual Requião Filho.

Lairson Sena, presidente do Sinpospetro, afirma: “Com a repercussão que o caso ganhou, devemos chamar a atenção da sociedade em geral sobre o combate ao racismo em nosso Estado”. Ele arremata: “Não toleramos a violência, o racismo e a xenofobia”.

Entenda – Na sexta (13), um frentista foi alvo de racismo em posto no bairro do Boqueirão, Curitiba. Vídeo nas redes sociais mostra Juan Pablo de Castro, 18 anos, ser chamado por cliente de “macaco”, “neguinho” e “nordestino dos infernos”. A agressão aconteceu numa loja de conveniência do posto. Um operador de caixa do local também foi vítima de falas preconceituosas.

No sábado, as vítimas compareceram à Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Curitiba, pra registro do Boletim de Ocorrência. A investigação será realizada pelo 7° Distrito Policial.
Como as vítimas já possuem advogado, o Sinpospetro atuará como assistente de acusação do Ministério Público. O Sindicato disponibilizará assistência psicológica ao trabalhador.
Federação – Eusébio Luis Pinto Neto, presidente da Federação Nacional/Fenepospetro, comenta: “Racismo é crime, racista é criminoso”. E conclui: “Daremos todo apoio às vítimas, bem como ao Sindicato”.

MAIS – Acesse o site do Sinpospetro http://sinpospetro.org.br/category/noticias/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui