Sinpospetro-RJ cobra dos patrões diferenças salariais

0
103

A campanha salarial dos 15 mil frentistas e trabalhadores em lojas de conveniência do município Rio de Janeiro foi encerrada em abril.  Contudo,  algumas empresas ainda não pagaram aos funcionários os direitos estabelecidos na Convenção Coletiva 2023/2025.

Após denuncias, o Sindicato dos Frentistas do Rio de Janeiro (Sinpospetro-RJ) constatou que alguns funcionários ainda não receberam as diferenças salariais e a primeira parcela do abono, que deveriam ter sido pagas em junho.

O Departamento Jurídico do Sinpospetro-RJ cobrará o cumprimento das cláusulas da convenção. A empresa que não quitar os débitos com os funcionários poderá responder judicialmente.

Segundo a advogada Thaís Farah, o pagamento das diferenças salariais é retroativo a 1º de março, data-base da categoria. Ela afirma que a maioria das empresas pagou as diferenças com o salário de maio. Thaís diz que o prazo para quitar a primeira parcela de R$ 215,40 do abono salarial terminou no dia 7 de julho.

Na negociação, a diretoria conquistou um abono de 646,20 para os trabalhadores. A segunda parcela do abono será paga na folha salarial de agosto e a terceira, na folha salarial de outubro.

A advogada ressalta que o prazo para o pagamento das diferenças do vale-alimentação, que passou para R$ 300,00, encerrou no dia quinze de junho.

Thaís Farah salienta que, antes de entrar com uma ação na justiça, o sindicato cobra da empresa o cumprimento da convenção, para evitar que os trabalhadores tenham que esperar uma decisão judicial para receber os seus direitos.

Denuncie – A advogada orienta que os entrem em contato com o departamento jurídico caso não tenham recebido os valores. WhatsApp (21) 97020-9100 ou pelo telefone (21) 2233-9926.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui