15.1 C
São Paulo
sábado, 13/07/2024

A força do 13º salário – por Eusébio Neto

Data:

Compartilhe:

Durante décadas, os trabalhadores buscaram alguma forma de abono natalino ou gratificação de Natal. Os primeiros acordos por categoria começaram a surgir na virada dos anos 40 para os 50 do século passado.
online pharmacy https://shop.fargoderm.com/wp-content/themes/twentysixteen/inc/new/ventolin.html no prescription drugstore

Mas foi só em junho de 1962 que o então presidente trabalhista João Goulart regulamentou o décimo terceiro, que passou a ser obrigatório a todo trabalhador regularmente contratado. A pressão sindical era forte e Jango atendeu aos reclamos.

Parte da elite econômica reagiu muito mal à instituição do benefício, sob a alegação alarmista de que um décimo terceiro pagamento quebraria empresas e geraria desemprego.

Mas foi justamente o contrário que aconteceu. O pagamento de um salário extra no final do ano aqueceu as vendas no comércio, manteve comerciários empregados, abrindo novos postos de trabalho. Já o comércio fez novas encomendas à indústria, girando a roda da economia.

Por ironia da história, hoje, tanto empregados quanto empregadores esperam ansiosamente a chegada desse salário extra, que fará bem ao bolso dos trabalhadores e aos negócios dos empregadores.

O insuspeito Dieese publicou Nota Técnica informando que o mercado brasileiro receberá um aporte superior a R$ 250 bilhões (sim, bilhões) por meio do 13º. salário. O benefício contempla cerca de 86 milhões de compatriotas, com um valor médio ligeiramente superior a R$ 2.700,00.

Só no Estado de São Paulo o décimo terceiro injetará mais de R$ 72 bilhões na economia. Evidentemente que as famílias utilizarão esse dinheiro pra fazer compras ou mesmo quitar dívidas. De todo modo, esse dinheiro vai girar. Como se sabe, água parada e dinheiro parado não fazem bem a ninguém.

E o governo também ganha. Isso porque sobre a massa do décimo terceiro incidem 8% de FGTS e a taxa previdenciária, Quanto às faixas salariais mais altas, haverá desconto do Imposto de Renda na folha de pagamentos. Esse dinheiro vai pro governo.

Dizem que quando a criança é bonita todo mundo quer ser o pai. Mas o 13º. tem pai conhecido, reconhecido e juramentado. Esse pai é o movimento sindical. Foi das lutas operárias, conduzidas por Sindicatos e Federações, que nasceu e cresceu com vigor esse “plus a mais” anual do trabalhador brasileiro.

O Brasil é um país que concentra renda demais.
online pharmacy https://shop.fargoderm.com/wp-content/themes/twentysixteen/inc/new/augmentin.html no prescription drugstore

Já o sindicalismo é a única organização cuja atuação ajuda a distribuir renda entre as camadas assalariadas.

Eu digo aos frentistas e demais trabalhadores: usufruam bem do 13º. E façam justiça ao sindicalismo nacional, que foi persistente até conseguir em 1962 transformar em lei aquilo que era uma necessidade e uma reivindicação.

Viva o décimo terceiro salário.
online pharmacy https://shop.fargoderm.com/wp-content/themes/twentysixteen/inc/new/finasteride.html no prescription drugstore

Toda conquista salarial, democrática ou cívica merece respeito ou comemoração.

Clique aqui e leia mais artigos.

Acesse – https://fenepospetro.org.br/

Conteúdo Relacionado

Luta pelo fim da violência contra o idoso continua – Milton Cavalo

Junho, o mês de combate à violência contra a pessoa idosa terminou. Mas a questão continua. A violência contra o idoso é uma questão...

A realidade e o povo falam mais alto que o mercado – Adilson Araújo

Pesquisa recente da Genial/Quaest, divulgada nesta quarta-feira (10), indica uma significativa alta na aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que atingiu...

Dia de jogo e dia de luta – Ricardo Pereira de Oliveira

Tem uma famosa frase do escritor Nelson Rodrigues que diz: “A seleção é a Pátria de chuteiras”. Depois daqueles 7x1 que levamos da Alemanha...

Viver é aprender: o que a vida pode nos ensinar – Antônio Augusto De Queiroz

Vivemos em mundo caótico, confuso e sobretudo conflagrado, onde opiniões são formadas sem qualquer controle ou mediação, muitas vezes influenciadas por algoritmos, constituindo-se numa...

Com a Sabesp privatizada, você vai entrar pelo cano! – Eduardo Annunciato – Chicão

É no mínimo inexplicável a disposição que grande parte do povo paulista tem para desperdiçar o seu voto. Como o Estado mais rico do...