Despreparo do governo gera atraso em análise do Auxílio

0
409

O governo tem atrasado o pagamento do Auxílio Emergencial de R$ 600,00. Por isso, a Defensoria Pública da União move ação e exige que o governo, Caixa Econômica e Dataprev solucionem, em até 20 dias, a análise dos pedidos do Auxílio não-pago.

Esse atraso prejudica mais de 11 milhões de brasileiros, principalmente trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEIs) e desempregados.

Para Rodolfo Viana, economista responsável pela subseção do Dieese no Sindicato, a demora se deve ao despreparo governamental. Ele diz: “Não há coordenação do governo com suas bases de dados. Como a lei que regulamenta o direito ao Auxílio exige algumas condicionantes, é necessário o cruzamento de dados que, acredito, eles não estavam preparados pra fazer, ainda mais nesse volume”, afirma.

Rodolfo ainda ressalta que o melhor pra evitar esses problemas seria reduzir os critérios, a fim de tornar mais prático o acesso. Ele comenta: “Nos EUA, por exemplo, todos receberam cheques em casa no valor do benefício deles”.

Pelo acordo, a Caixa ainda terá que pagar beneficiário que teve seu Auxílio aprovado em até três dias úteis, contados a partir do recebimento dos recursos da União. Quem teve dificuldade pra deve procurar as unidades estaduais da Defensoria Pública da União. Sem custo.

Atenção – A data-limite pra esse pedido é 3 de julho. A solicitação é feita pelo aplicativo Caixa|Auxílio Emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br

Mais – Os dados devem ser preenchidos no portal Auxílio Emergencial ou pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial, disponível para sistema Android e iOS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui