13.7 C
São Paulo
terça-feira, 22/06/2021

Movimento Basta avança no combate à PEC 32

Dia 23 haverá grande mobilização contra a Proposta de Emenda Constitucional 32 – PEC 32, da Reforma Administrativa. Ato é convocado pelo Movimento Basta, que reúne centenas de entidades de Servidores de todas as esferas e Poderes.

O Movimento, nascido em 2017 a fim de intervir no debate político e parlamentar, denuncia os malefícios da PEC 32 encaminhada pelo governo ao Congresso, em março de 2020. A causa une setores público e privado, além de agregar entidades da segurança pública civil e militar (municipal, estadual e federal).

Manifesto à Nação alerta para a gravidade da proposta que fragiliza o Estado e também a proteção social. Clique aqui e leia.

A PEC flexibiliza e terceiriza serviços essenciais, bem como concentra no Executivo prerrogativas inúmeras por Decreto Autônomo, pra mudar a estrutura da Administração Pública de acordo com sua vontade, alerta o documento.

Antonio Carlos Fernandes de Lima Junior, presidente da Confederação Conacate, é o coordenador nacional. Ele denuncia que a PEC 32 visa atender a interesses de políticos e do mercado. “A proposta acaba com o Estado Brasileiro, que é garantidor do funcionamento, equilíbrio e preservação das redes de proteção social essenciais. É preciso que a população saiba disso”, alerta.

Antonio Carlos Fernandes, presidente da CONACATE – Confederação Nacional das Carreiras Típicas de Estado

Dia 9, sindicalistas e parlamentares fizeram ato em frente ao Congresso. Eles entregaram abaixo-assinado ao presidente da Câmara, Arthur Lira, com mais de 112 mil, contra a PEC 32. O documento foi organizado pela Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público.

Dia 23 – Carreatas, tuitaços, ações presenciais em várias regiões, incluindo Brasília. Transmissão pelas redes sociais do Basta e outros integrantes. Agência Sindical transmitirá.

Mais – Acesse o site do Basta e da Conacate

Notícias

Matérias Relacionadas

Iniciar conversa
Fale com a Agência Sindical