14.4 C
São Paulo
terça-feira, 22/06/2021

Metroviários SP lançam campanha #MetrôNãoRecorra

Em Campanha Salarial, Metroviários de São Paulo lutam bravamente contra os ataques desferidos pelo governo Doria. Após dura negociação e greve de um dia, os trabalhadores conquistaram, dia 2 de junho, em audiência de Dissídio Coletivo, no Tribunal Regional do Trabalho – TRT, proposta que inclui reajuste de 7,79% sobre salários e benefícios, a partir de maio de 2021.

O Tribunal também julgou não abusiva a greve da categoria, realizada em 19 de maio. A luta agora é para que a sentença do TRT seja cumprida. Para isso, os trabalhadores lançaram a campanha #MetrôNãoRecorra nas redes sociais.

Paz – Agora o Sindicato dos Metroviários denuncia que o Metrô descumpriu a cláusula de paz firmada em audiência no TRT. Representantes da empresa garantiram que não haveria demissão, punição e desconto salarial “durante o procedimento judicial 2021/22”.

No entanto, os salários de maio vieram com o corte dos adicionais, cumprindo apenas o que consta na CLT. “A maldade é tanta que até o auxílio-creche para filhos especiais foi cortado”, afirma Wagner Fajardo, coordenador-geral do Sindicato. “Por isso, continuamos mobilizados, em estado de greve e assembleia permanente”, garante.

Wagner Fajardo é Coordenador-geral do Sindicato dos Metroviários de São Paulo

Mais – Acesse o site dos Metroviários SP

Notícias

Matérias Relacionadas

Iniciar conversa
Fale com a Agência Sindical