16.6 C
São Paulo
sábado, 20/04/2024

Na luta por um futuro melhor – Eusébio Pinto Neto

Data:

Compartilhe:

O mundo do trabalho precisa lutar contra a exploração, garantir direitos, condições de trabalho adequadas, num ambiente saudável e sustentável, com diálogo social e inteiração entre os povos. No XV Congresso da Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses-Intersindical Nacional, do qual participei, foi reafirmado a necessidade de autonomia dos povos, respeito às diferenças étnicas e liberdade de reunião e organização em todos os setores.

Precisamos criar condições para um mundo melhor para todos, uma vez que o extremismo e o desrespeito aos direitos humanos são tão pertinentes. Repugnamos a guerra e o genocídio de povos originários em qualquer parte do mundo. É necessário acabar com a fome e a exclusão. O mundo do trabalho clama por trabalhadores organizados e com unidade de luta.

Após cumprir uma extensa agenda em Roma, na Itália e em Lisboa, Portugal, volto ao meu querido Brasil, e à minha cidade que amo, o Rio de Janeiro, consciente do meu trabalho sindical.

O meu modesto aprendizado no campo sindical contribuiu significativamente para os debates no Congresso. Tive a oportunidade de conhecer pessoas de diversos países e continentes, interagir e discutir temas relevantes para o mundo do trabalho.

Cumpri a missão que me foi confiada. Tive a oportunidade de elevar o nome do movimento sindical brasileiro, juntamente com os representantes das outras centrais sindicais do país.

Em nome da Força Sindical, da minha categoria dos trabalhadores de postos de combustíveis e lojas de conveniência, agradeço mais uma oportunidade de, como um humilde frentista, participar desse lindo e produtivo encontro sindical internacional.

Agradeço também ao deputado Fabio Porta, que abriu as portas do Parlamento Italiano para os frentistas brasileiros. É indescritível o quanto essa experiência e a troca acrescentaram à minha vida.

Agradeço ao Sinpospetro-RJ e à Fenepospetro, sinto-me grato e honrado de representá-los como presidente-fundador das respectivas organizações.

Eusébio Pinto Neto
Presidente do Sinpospetro-RJ e da Federação Nacional dos Frentistas.

Conteúdo Relacionado

Trabalhadores marcharão à Brasília por democracia e justiça – Ismael Cesar

Deliberado no Congresso Nacional da Central Única dos Trabalhadores, ocorrido em outubro de 2023, a Marcha da Classe Trabalhadora à Brasília, está marcada para...

A importância e os desafios das frentes parlamentares – Antônio Augusto de Queiroz

As frentes parlamentares e bancadas informais desempenham papel relevante no cenário político, representando forma interessante de articulação, representação e influência para interesses diversos. Compostas...

Fiscalização da Previdência brasileira garante proteção – Wanderson Ferreira

A Previdência Social parte do princípio de que todos os trabalhadores precisam estar seguros em caso de perda de a capacidade de trabalhar, o...

Decisão lamentável – João Guilherme

Recentemente o juiz Eduardo Pires, da 30ª Vara do Trabalho de São Paulo, decidiu que o trabalhador não sindicalizado não tem direito aos benefícios...

Privatizar a educação pública beneficia apenas os tubarões da educação – Francisca Rocha

Desde que assumiu o governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas trabalha diariamente com a tese de destruição do Estado e privatização de todo...