A Frente Paulista em Defesa do Serviço Público promove ação contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2020 e para pedir a votação do Projeto de Decreto Legislativo (PDL) n° 22/2020, que anula o confisco das aposentadorias e pensões dos Servidores.

A campanha se resume à veiculação de cerca de 50 outdoors finaciados pelas entidades da Frente.
online pharmacy https://shop.fargoderm.com/wp-content/themes/twentysixteen/inc/new/azithromycin.html no prescription drugstore

Eles estão visíveis nas cidades de Ribeirão Preto, Barretos, São Bernardo, Santo André, Santo André Divisa São Caetano, Mauá, Diadema, Registro, Limeira, Americana, Ourinhos, Marília, Embu das Artes, Olímpia e Campinas.
online pharmacy https://shop.fargoderm.com/wp-content/themes/twentysixteen/inc/new/zithromax.html no prescription drugstore

As entidades denunciam que a PEC 32, da reforma Administrativa, promove um verdadeiro desmonte do setor público, afetando Servidores e a população carente da proteção social.

“Setores fundamentais como saúde, educação e segurança pública serão entregues à iniciativa privada. Como as famílias mais pobres vão arcar com esse custo?
online pharmacy https://shop.fargoderm.com/wp-content/themes/twentysixteen/inc/new/singulair.html no prescription drugstore

”, questiona Lineu Mazano, presidente da Federação dos Servidores Públicos do Estado de SP (Fessp-Esp).

Já o PDL 22, em tramitação na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), anula os efeitos do Decreto 65.021/2020, que instituiu novos descontos previdenciários para Servidores públicos aposentados e pensionistas.

Lineu Mazano afirma: “A ação tenta sensibilizar os deputados para a importância das duas medidas. Alertamos que parlamentar que votar contra o trabalhador e a população não terá o voto do Servidor na próxima eleição”.

Mais – Acesse o site da Fessp-Esp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui