A pesquisa “Desafios da atenção básica no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no SUS”, conduzida pela Fiocruz, em parceria com a USP, UFBA e UFPel, afirma que somente 34% dos profissionais das equipes de Atenção Primária à Saúde (APS) informaram ter recebido capacitação sobre a doença e uso de EPIs.

Cerca de 21% dos profissionais da APS relatam ter disponíveis para trabalho luvas, máscara cirúrgica, máscara N95, óculos e avental impermeável. Além disso, quase 90% dos gestores relatam dificuldade de compras do material.

Insumos – Mais da metade dos profissionais alegam não ter acesso ao teste RT-PCR, que detecta a presença do coronavírus no organismo. Apenas 18,9% dos entrevistados teve acesso a esse tipo de teste.

Mais – Para mais informações, acesse aqui o estudo da Fiocruz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui