17.2 C
São Paulo
domingo, 21/07/2024

Resposta negativa do Auxílio Emergencial pode ser contestada

Data:

Compartilhe:

Em meio a liberação da segunda parcela do Auxílio Emergencial de R$600,00, milhões de pessoas ainda não receberam o primeiro pagamento e muitos ainda aguardam uma resposta do governo para saber se terão direito ao benefício.

Parte dos pedidos já está em reanálise pela Dataprev, empresa de tecnologia responsável por conferir os dados das solicitações, enquanto muitos ainda aguardam a primeira resposta do órgão.

Para aqueles que tiveram o Auxílio Emergencial negado, existem duas maneiras de contestar a negativa.

O beneficiário pode fazer uma nova solicitação ou fazer a contestação.

No caso da contestação, ela só pode ser feita uma vez, já o novo pedido pode ser feito mais vezes. São vários motivos que podem fazer o Auxílio ser negado, como vínculo empregatício, morte de membro da família, recebimento de outro benefício do governo, renda mensal familiar superior a três salários mínimos ou a meio salário mínimo por pessoa da casa.

Fonte: Agora SP.

Conteúdo Relacionado

Portaria de Marinho é lesiva aos frentistas

O Brasil possui perto de 500 mil trabalhadores em postos de combustíveis e lojas de conveniência.  A categoria, por atuar em ambiente insalubre, recebe...

Metalúrgicos do ABC fazem Arraiá

Mais uma entidade promove Festa Julina. Agora, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. O arraiá da categoria acontecerá dia 19 e 20 (sexta e...

Sindicatos devem atualizar cadastro no MTE

Sindicatos, Federações e Centrais devem atualizar dados no Ministério do Trabalho e Emprego. Em 1º de julho, foi publicado no Diário Oficial da União...

Comerciários/UGT promovem Mutirão e Encontro Nacional

Dois fatos marcarão o calendário dos Comerciários de São Paulo e também da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central à qual o Sindicato é...

Engenharia propõe “Cidades Inteligentes”

O projeto “Cresce Brasil, Mais Engenharia, Mais Desenvolvimento” é a mais bem estruturada iniciativa sindical rumo ao desenvolvimento, à soberania e ao avanço tecnológico...