Sindcine debaterá na OIT futuro do audiovisual

0
355
Acidente

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual dos Estados de SP, RS, MT, MS, GO, TO e DF, Sonia Santana participa entre os dias 13 e 17 de fevereiro de reunião da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra, que vai debater o futuro do setor.

Vice-presidente da UNI Media, a dirigente levará à reunião tripartite as demandas mais urgentes para os trabalhadores do setor. Entre as quais, assédio, formas de contratação, segurança e condições de trabalho, Convenção Coletiva e jornada de trabalho.
“Os técnicos mais experientes estão sobrecarregados com jornadas abusivas. É preciso formar novos profissionais. Mercado existe, mas não pode ser sob condições que exaurem e adoecem os técnicos”, ela critica.

A sindicalista, com reconhecida experiência no setor de produção, levará documento de propostas extraídas na 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes, na cidade mineira, no final de janeiro. O documento coloca uma série de proposições ao Ministério da Cultura, em especial à Secretaria do Audiovisual e à Ancine.

Para a presidente do Sindcine, com o atual governo se abrem novas perspectivas. Ela confia que “a eleição de Lula e a recriação do Ministério da Cultura, como também o fortalecimento da Pasta da Indústria e Comércio, possibilitam meios pra que o setor se profissionalize mais”.

Para Sonia Santana, a reunião na OIT é a chance de se debaterem as demandas do setor em nível mundial. “Será uma oportunidade histórica”, ela afirma.

CARTAClique aqui e leia.

MAIS – Acesse o site do Sindcine.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui