23.8 C
São Paulo
terça-feira, 18/06/2024

A força sindical dos metalúrgicos

Data:

Compartilhe:

No auge do prestígio sindical dos trabalhadores ingleses, quando se decretava uma greve econômica, os dirigentes pregavam na parede do Sindicato uma tabela ou um gráfico em que se assinalava o que se vinha perdendo, o que se reivindicava, o que se perdia durante a greve e o resultado em caso de vitória. O quadro demonstrava, a cada momento, as possibilidades e as dificuldades, e sintetizava o resultado monetário, ainda que não considerando os ganhos políticos e organizativos da greve.

Foi o que fez o companheiro economista Cid Cordeiro ao analisar para a diretoria do Sindicato a greve dos metalúrgicos da Renault, no Paraná. Depois de detalhar cada etapa do novo acordo obtido (em relação ao acordo anterior de 2020) e “precificar” cada situação, Cid demonstrou que todo trabalhador grevista na Renault havia ganhado, com a greve de 16 dias, 3,2 salários.

online pharmacy buy cymbalta no prescription pharmacy

É um bom resumo monetário do resultado, acrescido das vitórias sindicais em coesão, prestígio e confirmação de que “quem luta vence”.

online pharmacy buy symbicort no prescription pharmacy

Em meu último texto critiquei a incompetência da mídia grande nacional em não cobrir a greve do Paraná.

online pharmacy buy synthroid no prescription pharmacy

Quero agora destacar o excelente papel desempenhado nela pela comunicação do Sindicato que, em tempo real e a toda hora, informava aos trabalhadores e à sociedade o desenrolar da luta, vinculando-a a todo um leque de atividades do Sindicato (esportivas, ligadas à saúde, familiares), bem como aos serviços continuadamente prestados pelo Sindicato. A comunicação sindical conseguiu, no Paraná, furar a bolha comunicacional do silêncio.

A informação do companheiro Cid, a valorosa comissão sindical e a atitude dos dirigentes (em especial aqueles dirigentes no local de trabalho) confirmam a vitória dos trabalhadores e a força sindical dos metalúrgicos.

Clique aqui e leia mais artigos de João Guilherme Vargas Netto.

João Guilherme
João Guilherme
Consultor sindical e membro do Diap. E-mail joguvane@uol.co.br

Conteúdo Relacionado

A engenharia e a cidade em debate

Tradicional ciclo de encontros com postulantes a cargos no Executivo municipal teve início nesta segunda-feira (17/6). Atividade promovida pelo SEESP e aberta ao público...

Cadê os sindicatos? – Paulo Henrique Viana, Paulão

Na condição de dirigente sindical e de alguém que acompanha a conjuntura política brasileira reconheço estarmos atravessando grandes dificuldades. Projetos dos mais diversos em...

A pauta insana do bolsonarismo inviabiliza o Brasil – Marcos Verlaine

Nestas últimas 4 semanas, o Brasil foi sacudido por notícias e fatos originários do Congresso Nacional, em particular, produzidos pelos parlamentares bolsonaristas. É a...

Manipulação, truculência e populismo: táticas de sobrevivência da extrema-direita – Antônio Augusto De Queiroz

A extrema-direita brasileira, para sobreviver politicamente, precisa de álibi que disfarce a verdadeira agenda e os interesses que representa. Esse álibi é construído mediante...

Violência e morte no ventre legislativo – Violência e morte no ventre legislativo

O Projeto de Lei (PL) 1904/2024 propõe que o Código Penal brasileiro seja alterado para aplicar a pena de homicídio em caso de aborto,...