15.1 C
São Paulo
sábado, 13/07/2024

Academias preocupam SindForte-SP

Data:

Compartilhe:

A boa formação profissional é fundamental para a função do vigilante. A formação está a cargo das academias. Mas nem todas as academias são confiáveis.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte de Valores e Escolta Armada do Estado de São Paulo (SindForte) recebe seguidas queixas de vigilantes quanto à falta de qualidade nos cursos de formação ou na reciclagem.

Nos últimos tempos, surgiram diversas academias. Nem todas seguem as normas da Polícia Federal. Mas todas precisam seguir as regras da PF.

O presidente do Sindicato, João Passos, diz: “O vigilante, se não for bem treinado, ou passar por uma reciclagem ruim, ele mesmo se prejudica”.

A função, muitas vezes, exige enfrentamento. Sem ter sido bem formado, sem o manejo das armas, sem ter feito o devido treinamento de tiros, o trabalhador se expõe, coloca em risco seus colegas e também pode prejudicar pessoas que passem pelo local.

O SindForte apela que as empresas exijam qualidade das academias e respeito às normas da Federal. E avisa que acionará o Ministério Público.

Tiros – No curso de formação, o vigilante precisa disparar 76 tiros, com calibre 38. Na vigilância pessoal, calibre 380, pelo menos 70 tiros.

MAIS – www.sindforte.org.br

Conteúdo Relacionado

Consultor vê País normalizado e Lula mais forte

O ambiente nacional está mais calmo. A economia vai bem. As relações entre Executivo e Legislativo avançaram. E as condições para o diálogo e...

Sindicato e UGT apoiam luta nos EUA

O Sindicato dos Comerciários de São Paulo (filiado à UGT) foi representado pela diretora Maria das Graças da Silva Reis nos atos da Campanha...

Futebol Metalúrgico faz final domingo

Termina dia 14, domingo, o 27º Campeonato de Futebol dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região (Grande SP). Competição já teve 57 partidas, com 195...

Foi forte o Dia da Luta Operária

Teve grande participação sindical e popular a edição 2024 do Dia da Luta Operária, em 9 de julho. Mesmo com frio intenso e chuva,...

Mercado é 0,5% da população, diz economista

Nas últimas semanas, a palavra mercado foi uma das mais utilizadas na mídia, principalmente pelos comentaristas de economia.O viés ideológico dessa cobertura empodera o...