19.2 C
São Paulo
quarta-feira, 29/05/2024

Aumento em contas de luz é investigado pelo Procon-SP

Data:

Compartilhe:

O Procon informou que vai revisar as contas de luz da Enel, em São Paulo, que tiveram aumento na tarifa acima dos 30% entre abril e junho. O órgão afirma que diversos clientes fizeram reclamações nos canais de denúncia.

As distribuidoras de energia estão autorizadas, desde março, a fazer a cobrando mensal usando a média dos últimos 12 meses ou por autoleitura. Essas medidas foram tomadas para diminuir a circulação de profissionais e evitar a propagação do coronavírus.

Reclamações – O Procon afirma que os consumidores que se sentirem prejudicados com as novas cobranças, podem utilizar os canais de denúncia do órgão. Acesse aqui e saiba como denunciar.

Após o registro da reclamação, a pessoa precisa aguardar a análise e, caso seja verificada irregularidade por parte da Enel, uma nova conta será emitida com nova data de vencimento para o consumidor poder pagar.

Caso a conta já tenha sido paga, o Procon informa que o valor excedente será abatido em faturas seguintes, se for comprovada a cobrança indevida.

Conteúdo Relacionado

Brinks Limão elege nova Cipa

Dia 22, ocorreu nova eleição da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) na Brinks Limão, em São Paulo.Acompanharam as votações, das 5 da...

Clube e Colônia dos Metalúrgicos ficarão abertos no feriado

O feriado prolongado, de quinta a domingo, estimula o lazer das famílias e a prática de esportes. Portanto pra quem vai emendar o feriado...

Sindicalista Magri faz mudança audaciosa

Entre meados dos anos 70 e durante a década de 80, ele foi um dos principais dirigentes brasileiros. Do alto do seu porte, forjado...

Frentistas do Paraná fecham Convenção

Em negociação conjunta, os Sindicatos de Trabalhadores de Posto de Combustíveis e Lojas de Conveniência de Cascavel, Ponta Grossa, Londrina, Curitiba e Maringá fecharam,...

Conheça a nova Pauta Sindical

Dia 22, a plenária das Centrais Sindicais atualizou a Pauta Unificada da Classe Trabalhadora aprovada em abril de 2022, com 63 itens. O documento...