Brasil perde 1,5 milhão de vagas em uma semana, apura IBGE

0
381

O desemprego cresceu, e muito, no final de junho.

Segundo dados do IBGE, a taxa de desocupação subiu de 12,3% para 13,1%, pois mais pessoas saíram em busca de trabalho. De acordo com o Instituto, foram fechadas um milhão e 500 mil vagas até final de junho.
Trata-se da primeira vez em que a queda no número de ocupados supera a casa de um milhão. A pesquisa, mostrada em manchete na Folha de S. Paulo sábado (18), revela que “82,5 milhões de brasileiros trabalharam na última semana de junho, contra 84 milhões na semana anterior”.

Outro indicador do IBGE mostra que “há ainda 26,9 milhões de pessoas que gostariam de trabalhar, mas não procuraram uma ocupação no período”.

De acordo com a pesquisa, a taxa de desemprego no mercado formal atinge a maior taxa de oito semanas. Mas esse crescimento afeta também os informais – sem registro em Carteira. O Instituto constata que eles eram 29,9 milhões de pessoas. Número que caiu pra 28,5 milhões.

Cabeça é vice-presidente dos metalúrgicos de Guarulhos-SP

Cabeça – Josinaldo José de Barros (Cabeça), vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos (SP), comenta: “Falta uma política nacional de proteção aos empregos atuais e também pra estimular novos postos de trabalho. As pequenas e micro empresas têm baixo capital de giro. Elas vão ao banco, mas não conseguem crédito”.

Segundo Cabeça, “o governo precisa enfrentar o sistema bancário e garantir crédito.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui