Brasileiros atrasam pagamento de contas em meio à crise do coronavírus

0
281

Estudo feito pelo Instituto Locomotiva aponta que, em abril, mais de 91 milhões de brasileiros deixaram de pagar ao menos uma conta. Número representa 58% da população.

Antes da pandemia do coronavírus, os inadimplentes somavam 59 milhões. O salto foi de 54% entre os que passaram a acumular dívidas. Em média, são quatro contas em atraso para cada uma dessas pessoas.

No topo da lista pesquisada estão os carnês de lojas (46% dos entrevistados atrasaram essa conta), seguido do cheque especial, cartão de crédito (ambos 37%), empréstimos, boletos e alugueis (36% cada).

De acordo com o presidente do Instituto Locomotiva, Renato Meirelles, a pandemia do coronavírus chegou ao Brasil durante uma longa crise econômica e encontrou uma população sem poupança e cada vez menos amparada pelos aparatos de proteção social.

Previsão – A entidade fez, ainda, uma pesquisa de previsão sobre quais contas os brasileiros poderão deixar de pagar no próximo mês. Os números são alarmantes.

Dentre os serviços essenciais que devem integrar a inadimplência da população, 33% vão atrasar a conta de luz, 30% a de telefone e/ou internet, 27% o aluguel, 25% condomínio e água, 17% a conta de gás e os planos de saúde.

Fonte: CUT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui