17.4 C
São Paulo
sábado, 20/04/2024

A engenharia, o Estado e o País

Data:

Compartilhe:

Período eleitoral precisa ser aproveitado seriamente para que se discutam propostas factíveis e comprometidas com a melhoria das condições de vida da população. Contribuir com esse esforço e fortalecer a democracia são os objetivos do ciclo de debates promovido pelo SEESP com os candidatos aos cargos majoritários nas eleições de outubro.

O Brasil passa por um dos momentos mais difíceis de sua história em meio a uma crise socioeconômica gravíssima, com a população pressionada por desemprego e inflação, o que resulta em pobreza e suas consequências lastimáveis. É responsabilidade dos agentes públicos, com a contribuição da sociedade organizada, buscar soluções para esse quadro com urgência, responsabilidade e também coragem.

No período atual, que antecede as eleições de outubro, é imperativo que se discutam seriamente os caminhos a seguir para recuperar a economia, retomar o desenvolvimento com geração de empregos decentes, combater a carestia e prover serviços essenciais. Este deve ser o compromisso de todos os que disputam um cargo no Legislativo ou Executivo neste ano: compreender os problemas nacionais e dizer com honestidade e clareza que soluções têm a oferecer. Isso é o que interessa à maioria do povo, atualmente sofrido e sem perspectivas, e não a troca de ofensas e difamações, a guerra de desinformação que lamentavelmente se tornou comum nos últimos anos.

Contribuir com esse esforço virtuoso de enfrentar os desafios brasileiros é o objetivo do ciclo de debates “A engenharia, o Estado e o País”, iniciativa tradicional do SEESP, que em 2022 já vem recebendo os pré-candidatos aos cargos majoritários para que estes exponham suas ideias e recebam as sugestões da categoria. A série teve início em março último com a participação de Aldo Rebelo, então postulante a presidente, e foi retomada neste mês com a presença de Fernando Haddad (PT) no dia 20. Nesta terça-feira (28/6), às 16 horas, recebe Márcio França (PSB), que também concorre ao Governo de São Paulo. E já estão previstos dois outros inscritos para a corrida ao Palácio dos Bandeirantes, Elvis Cezar (PDT) e Abraham Weintraub (PMB), nos dias 6 e 14 de julho, respectivamente.

Cumprindo o compromisso de absoluta isonomia e democracia, foram contatados todos os pré-candidatos anunciados pelos partidos, independentemente de inclinação ideológica ou representação no Congresso. Os eventos serão agendados até o mês de setembro, conforme a conveniência dos postulantes, e poderão ser realizados presencialmente com transmissão online ou de forma totalmente virtual, também de acordo com a preferência dos convidados.

Realizado nesse formato, em que o participante pode apresentar seu programa e responder a questionamentos relativos a ele, o ciclo de debates traz uma oportunidade valiosa de interação entre o político e o eleitor, livre dos artifícios do marketing e dos arroubos de palanque. Além da contribuição objetiva à formulação de propostas, acreditamos ser esse um exercício fundamental de cidadania e democracia.

Convido todos a acompanharem a programação das atividades pelo nosso site e redes sociais e participar, seja no nosso auditório ou pelo canal no Youtube e pela página no Facebook.

Vamos, juntos, construir um país melhor.

Clique aqui e leia mais artigos de Murilo Pinheiro.

Acesse – www.seesp.org.br

Murilo Pinheiro
Murilo Pinheiro
Murilo Pinheiro é presidente do Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo (Seesp) e da Federação Nacional da categoria (FNE)

Conteúdo Relacionado

Trabalhadores marcharão à Brasília por democracia e justiça – Ismael Cesar

Deliberado no Congresso Nacional da Central Única dos Trabalhadores, ocorrido em outubro de 2023, a Marcha da Classe Trabalhadora à Brasília, está marcada para...

A importância e os desafios das frentes parlamentares – Antônio Augusto de Queiroz

As frentes parlamentares e bancadas informais desempenham papel relevante no cenário político, representando forma interessante de articulação, representação e influência para interesses diversos. Compostas...

Fiscalização da Previdência brasileira garante proteção – Wanderson Ferreira

A Previdência Social parte do princípio de que todos os trabalhadores precisam estar seguros em caso de perda de a capacidade de trabalhar, o...

Decisão lamentável – João Guilherme

Recentemente o juiz Eduardo Pires, da 30ª Vara do Trabalho de São Paulo, decidiu que o trabalhador não sindicalizado não tem direito aos benefícios...

Privatizar a educação pública beneficia apenas os tubarões da educação – Francisca Rocha

Desde que assumiu o governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas trabalha diariamente com a tese de destruição do Estado e privatização de todo...