Cesta básica cai em 2023, aponta Dieese

0
119
Tânia Rêgo/Agência Brasil

O mês de dezembro teve um repique nos preços da cesta básica de alimentos, segundo apura o Dieese. No último mês do ano, os gêneros subiram em 13 das 17 Capitais pesquisadas.

Quanto ao balanço do ano, a pesquisa do Dieese mostra que houve queda no valor da cesta básica pesquisada. Ou seja, das 17 Capitais, 15 apresentaram redução no preço dos gêneros.

De acordo com PNCBA, as principais reduções acumuladas foram registradas em Campo Grande (-6,25%), Belo Horizonte (-5,75%), Vitória (-5,48%), Goiânia (-5,01%) e Natal (-4,84%). Já as taxas positivas (aumento de preços) acumuladas ocorreram em Belém (0,94%) e Porto Alegre (0,12%).

Dezembro – No último mês do ano recém-terminado, o valor da cesta subiu em 13 das 17 cidades pesquisadas.

As cestas mais caras são as de Porto Alegre (R$ 766,53), São Paulo (R$ 761,01) e Florianópolis (R$ 758,50).

Inflação – Informa o IBGE que a inflação do ano passado (INPC) ficou em 3,85%. Abaixo, portanto, o índice registrado em 2022 (último ano de Bolsonaro), que ficou em 5,93%.

Mínimo – Em janeiro, sobe o salário mínimo, com importante ganho real, para cerca de 56 milhões de brasileiros. Vale observar se o aumento do mínimo trará elevação nos preços de alguns produtos alimentícios básicos.

MAIS – Site do Dieese.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui