19 C
São Paulo
quinta-feira, 13/06/2024

Cronograma a ser cumprido

Data:

Compartilhe:

Há um cronograma a ser cumprido para a realização, com êxito, da CONCLAT 2022 | Apresentada a proposta de pauta da classe trabalhadora pela comissão organizadora, todas as entidades, dirigentes e ativistas estão convocados a dar suas opiniões e sugestões até os meados de março. Na sequência o documento adquire sua forma final para apresentação na reunião do dia 7 de abril, que o discutirá e aprovará. Depois disso, durante o mês de abril, ele é enraizado em cada entidade, em cada setor, em cada estado – procurando criar fatos que sensibilizem, motivem e mobilizem as bases dos trabalhadores.

A comemoração unitária do 1º de Maio coroará esta etapa do processo, dando à pauta o simbolismo da data comemorativa.

Com a pauta nacional da classe trabalhadora – Emprego, Direitos, Democracia e Vida – os trabalhadores brasileiros estarão aptos e municiados para enfrentar os desafios eleitorais de 2022, com unidade, legitimidade e relevância.

O cronograma aprovado se adequa à vida e às atividades correntes do movimento sindical, fortalecendo a unidade de ação dos trabalhadores.

O mundo político-partidário também tem seu cronograma próprio, com suas datas e prescrições, mas o cronograma das ações sindicais reforçará, com a pauta unitária, quaisquer que sejam as opções eleitorais, a resistência dos trabalhadores às agressões sofridas e seu empenho em tirar o Brasil da crise em que se encontra.

Clique aqui e leia mais artigos de João Guilherme Vargas Netto.

João Guilherme
João Guilherme
Consultor sindical e membro do Diap. E-mail joguvane@uol.co.br

Conteúdo Relacionado

O capital quer sindicatos sem dinheiro e trabalho infantil – Marcos Verlaine

Se depender dos patrões, do chamado mercado e do capital, os sindicatos no Brasil serão asfixiados financeiramente e morrerão à míngua. Isto de 1...

A privatização no Brasil – Paulo Henrique Viana

Os pontos negativos da privatização no Brasil Um dos principais argumentos contra a privatização é a questão da acessibilidade. Quando serviços públicos essenciais, como energia,...

Ação sindical em defesa dos engenheiros – Murilo Pinheiro

Campanhas salariais 2024, que abrangem mais de 100 mil profissionais, seguem a todo vapor. Mobilização e participação efetiva da categoria é essencial para reforçar...

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto – Nilton Neco

Nesta quinta-feira (06) o Governo Federal anunciou a medida provisória que concede dois salários mínimos para os trabalhadores afetados pelas enchentes, se mostrando mais...

Luta dos trabalhadores da enfermagem merece solidariedade do brasileiro – Adilson Araújo

Não é novidade para ninguém que no Brasil os salários atribuídos à classe trabalhadora são miseravelmente baixos, o que faz da sobrevivência uma ginástica...