Dia Mundial do Trabalho Decente. Jornalista relembra agressão

0
314

O coordenador da Agência Sindical, jornalista João Franzin, relembra episódio de 1977, numa metalúrgica em São Paulo. A vítima foi uma trabalhadora da fábrica, punida por descascar mexerica durante o expediente.

Demitida por justa causa, e pelo fato de exigir receber no ato os dias trabalhados, ela foi arrastada pela polícia no salão da empresa. O jornalista, então estudante, trabalhava de auxiliar no Departamento Pessoal.

Franzin comenta: “Parte da classe dominante brasileira mantém mentalidade escravagista. Na época da ditadura, a situação era pior, mas não se pode dizer que tenha havido muita evolução”.

Data – O movimento sindical busca garantir o trabalho decente, que também é meta da OIT – Organização Internacional do Trabalho.

Nota – Leia Nota da Força Sindical acerca do tema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui