Fiocruz e sindicalistas debatem gripe aviária

0
132

Pesquisadores da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), cientistas e sindicalistas se reuniram dia 2 para tratar da gripe aviária no setor da alimentação. No encontro virtual representantes da Fiocruz abordaram a doença e a possível relação com os trabalhadores do setor.

Na reunião, os participantes também debateram ações de prevenção. Os pesquisadores orientam que, se houver um caso apenas de trabalhador com gripe aviária, o frigorífico deve ser fechado por um período para segurança sanitária relacionado a saúde humana.

Artur Bueno de Camargo, presidente da CNTA (Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins), participou.

Segundo Artur, a CNTA mantém diálogo com a Fiocruz, inclusive para coletar mais informações sobre o uso da amônia e outras substâncias presentes no local de trabalho. Ele diz: “O caminho ideal para o trabalhador é sempre procurar informações no seu Sindicato para saber mais”.

O dirigente conta que em breve a Confederação deverá realizar seminário para ampliar a discussão e massificar as informações sobre o tema. Ele diz: “Vamos levar isto a todos os sindicatos, que vão espalhar aos trabalhadores”.

No Brasil, até o momento, não há nenhum caso de gripe aviária.

MAIS – Acesse o site da CNTA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui