FST se reúne com ministro da Previdência

0
203

O Fórum Sindical dos Trabalhadores se reúne nesta quarta, 25, às 17 horas, com o ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, em Brasília. Cerca de 15 entidades participam. Entre elas, a Confederação dos Trabalhadores em Alimentação (CNTA Afins).

“Vamos entregar documento solicitando criação de Mesa Permanente de Negociação para questões que interessam a trabalhadores da ativa e aposentados”, aponta Artur Bueno de Camargo, presidente da CNTA.

Segundo ele, é necessário rever Portarias revogadas pelo governo Bolsonaro, que prejudicam várias categorias. “A ideia é montar uma pauta que englobe trabalhadores do setor público e privado”, adianta.

Outro pleito, diz Artur, é mais agilidade na análise dos pedidos de aposentadoria e outros benefícios represados. Mas a principal reivindicação é que as agências do INSS voltem ao atendimento presencial. “Muitos segurados não têm acesso à internet nem sabem manusear os canais remotos”, observa.

O terceiro ponto da pauta com Lupi tratará de concurso público e contratação de funcionários – principalmente médicos peritos. “É grande a carência de pessoal pra atender a população assistida pelo INSS”, comenta Artur Bueno de Camargo.

Assim que Bolsonaro (PL) assumiu a Presidência, em 2019, ele cortou recursos, paralisou os concursos e os segurados do INSS sofrem pra conseguir seus direitos.

Levantamento da equipe de transição do governo Lula mostra que o número de pessoas aguardando benefícios há mais de 45 dias ultrapassa os cinco milhões – dados de setembro de 2022.

Artur alerta: “A fila, que no passado dava voltas em quarteirões, agora é virtual. Por isso, ninguém vê o sofrimento e humilhação desse povo”.

Diálogo – O encontro FST-Lupi reforça o diálogo sindical proposto pelo próprio presidente Lula.

Mais – Acesse o site da CNTA ou do FST.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui