17.2 C
São Paulo
sexta-feira, 14/06/2024

O valor do centro democrático

Data:

Compartilhe:

A senadora Simone Tebet (MDB) trouxe um sopro renovador ao debate eleitoral nacional. Ela mostrou que a pessoa de centro pode ter posições firmes, como no caso dela, sem deixar de bater duro nos erros e abusos do governo Bolsonaro.

Já sugeri na Força Sindical que, após o segundo turno, o sindicalismo precisa ter uma boa conversa com a senadora do MDB. Devemos também procurar partidos e políticos de centro que combatem as alucinações de Bolsonaro e os estragos que ele faz na economia – 38,7 milhões de brasileiros vivem hoje em lares nos quais ninguém tem emprego ou mesmo renda informal.

A eleição este ano é o que os analistas chamam de “plebiscitária”. Ou seja, a favor ou contra o bolsonarismo. Todos sabem que eu sou contra e 100% do movimento sindical brasileiro também tem essa posição, porque o governo não dialoga, corta direitos, arrocha o salário mínimo, atinge aposentados, agride mulheres, chama nordestino de analfabeto e faz ameaças contra o regime democrático.

Saúdo não só Simone Tebet, mas também a posição adotada pelo PDT de apoiar o candidato popular, progressista e capaz de pacificar o País. Vários líderes históricos do PSBD apoiam Lula, mostrando que acima das diferenças partidárias estão os interesses maiores da Nação. Lideranças do MDB, PSD e de outras siglas também estão com Lula/Alckmin.

Os trabalhadores estão atentos ao debate eleitoral. Em nossa base, a grande maioria vai de Lula, mas também há indecisos ou bolsonaristas. Respeitamos a posição de todos, porém, estamos indo a fábricas debater e mostrar que, com Lula, o Brasil voltará a gerar empregos, melhorar a renda, restituir direitos, investir em educação e fortalecer o SUS – Sistema Único de Saúde.

O Sindicato é ligado ao PT? Não. Eu mesmo sou filado ao PDT e a maioria dos dirigentes da nossa casa atua no Partido fundado por Brizola e vinculado ao trabalhismo de Getúlio Vargas e Jango. Mas nesse segundo turno somos unânimes: lutaremos até o último minuto pra derrotar a extrema direita.

CRIANÇA – Hoje é o Dia da Criança. Também é o Dia de Nossa Senhora Aparecida, feriado nacional. Sou homem de fé. Portanto, a data de hoje a mim é duplamente importante, pois valoriza a criança e louva a Santa em quem tantos depositam esperanças. Mais: no nosso Clube tem Festa da Criança, a partir da 10 horas.

Assédio – Fomos um dos primeiros Sindicatos a alertar que empresas não podem induzir o voto do trabalhador. O eleitor é livre pra escolher. Mas não basta: estamos divulgando contatos do Ministério Público do Trabalho (MPT) pra que a pessoa possa encaminhar denúncia, caso se sinta pressionada.

FAKE NEWS – Volto a pedir que o cidadão apure a notícia. Não acredite logo de cara naquilo que chega pelas redes sociais. Nem compartilhe conteúdo inverídico. Democracia exige responsabilidade!

Josinaldo José de Barros (Cabeça)
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região.
Email – josinaldo@metalurgico.org.br
Site – www.metalurgico.org.br

Clique aqui e leia mais artigos

Josinaldo - Cabeça
Josinaldo - Cabeça
Josinaldo José de Barros (Cabeça), presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região Email - josinaldo@metalurgico.org.br

Conteúdo Relacionado

Comportamento desejável – João Guilherme Vargas Netto

Depois da derrota maiúscula que o movimento sindical teve com a aprovação na CCJ do Senado do jabuti de Rogério Marinho (que praticamente inviabiliza...

O capital quer Sindicatos sem dinheiro e trabalho infantil – Marcos Verlaine

Se depender dos patrões, do chamado mercado e do capital, os sindicatos no Brasil serão asfixiados financeiramente e morrerão à míngua. Isto de 1...

A privatização no Brasil – Paulo Henrique Viana

Os pontos negativos da privatização no Brasil Um dos principais argumentos contra a privatização é a questão da acessibilidade. Quando serviços públicos essenciais, como energia,...

Ação sindical em defesa dos engenheiros – Murilo Pinheiro

Campanhas salariais 2024, que abrangem mais de 100 mil profissionais, seguem a todo vapor. Mobilização e participação efetiva da categoria é essencial para reforçar...

Defendemos a criação de um programa emergencial robusto – Nilton Neco

Nesta quinta-feira (06) o Governo Federal anunciou a medida provisória que concede dois salários mínimos para os trabalhadores afetados pelas enchentes, se mostrando mais...