Patronal cede e negocia reajuste para Ensino Superior

0
400
patronal aceitar negociar reajuste para Ensino Superior

Após 15 meses de tentativas, representantes do sindicato patronal das instituições do ensino superior privado de São Paulo aceitaram negociar reajuste salarial e abono aos professores e funcionários administrativos da educação.

Segundo a Fepesp (Federação dos Professores no Estado de SP), o sindicato patronal Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo) irá realizar assembleia para discutir os valores para o reajuste do ensino superior.

Para Celso Napolitano, presidente da Fepesp, ainda que tenha demorado, esse é um avanço na discussão da Campanha Salarial. “É uma proposta que pode ser considerada, mas tudo ainda deve ser discutido em detalhe”, explica o dirigente.

No próximo dia 12, os representantes dos profissionais e das instituições de ensino voltam a se reunir. Aos professores e pessoal administrativo nas IES, a Fepesp recomenda atenção aos avisos da entidade.

Uma nova assembleia de professores e auxiliares deverá ser convocada, e nela propostas de reajuste deverão ser discutidas e deliberadas. Este estado de atenção exige a mobilização de todos. “O patronal ainda deve confirmar suas propostas de reajuste em sua assembleia, para depois apresentarmos para votação dos trabalhadores”, conta Napolitano.

Acesse o site da Fepesp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui