18.9 C
São Paulo
sexta-feira, 24/05/2024

Persistência e unidade asseguram vitória no Ensino Superior

Data:

Compartilhe:

Professores e trabalhadores do administrativo do Ensino Superior no Estado de São Paulo encerraram com vitória a longa e exaustiva campanha salarial. Assembleia dia 22 aprovou assinatura das Convenções Coletivas de 2022/23 e de 2023/24.
 

Ficam garantidos reajuste salarial de 10,57%, de fevereiro de 2022 a março de 2023, e mais 6,09%, de março de 2023 a fevereiro de 2024. Total de 17,30%, em quatro parcelas.

Data-base do Ensino Superior é 1º de março.

Ano que vem serão discutidos reajuste e Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR). Acordo beneficia cerca de 160 mil docentes e não-docentes do setor privado.

Segundo Celso Napolitano, presidente do Sindicato (SinproSP) e da Fepesp – Federação dos Professores do Estado de SP, que coordenou a Comissão de Negociação, a intransigência patronal fez com que as negociações se arrastassem por 18 meses. Ele comenta: “Contudo, mantivemos firmes as nossas reivindicações”. O professor completa: “Fomos persistentes e agimos com resistência. Isso garantiu a vitória”.

Comissão – Outro avanço é a criação de Comissão Sindical Paritária, pra discutir o Piso salarial da categoria e a regulamentação das disciplinas ministradas à distância em cursos presenciais. A Comissão terá 120 dias pra apresentar propostas relacionadas aos dois temas.

“Caso sejam aprovadas em assembleia, as propostas passarão a valer a partir de março próximo”, informa o professor.

Para o dirigente foi uma belíssima vitória. “Nossa pauta, defendida com firmeza e convicção, foi contemplada”, afirma. E comemora: “Com responsabilidade conseguimos garantir a manutenção de todos direitos conquistados. Valeu a pena lutar”, finaliza Celso Napolitano.

MAIS – Acesse o site da Fepesp e do SinproSP.

Conteúdo Relacionado

Diap divulga prioridades para 2024

O Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) divulgou na quarta, 22, estudo que aponta as principais prioridades da classe trabalhadora brasileira para 2024.Intitulado "Pauta...

Abril tem ganho real em 77% das negociações

Os reajustes salariais em abril tiveram ganho real em 77% dos casos, segundo dados do boletim do Dieese que avalia as negociações coletivas no...

Engenharia pode ajudar Sul a se reerguer

Há vários anos, o Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (Seesp) e a Federação Nacional da categoria defendem que Prefeituras e governos...

Caem os aumentos reais

Caiu em relação aos meses anteriores o índice de aumentos reais nas negociações coletivas. Os dados constam do mais recente boletim do Dieese -“De...

Plenária une ação de massa e diálogo político

Um sindicalista metalúrgico presente à Plenária Unitária das Centrais nesta quarta (22), em Brasília, avaliou como “muito positivas as ações de massa e também...