Praça Walter Barelli será inaugurada sábado

0
400

Sábado, 1º de julho, às 15 horas, será inaugurada a Praça Walter Barelli, no Itaim Bibi, esquina da rua Clodomiro Amazonas com avenida Hélio Pelegrino.

A distinção homenageia o histórico diretor-técnico do Dieese (1968 a 1990), cuja vida foi dedicada à democracia e aos direitos dos trabalhadores.

Sob o lúcido comando do ex-bancário do BB e economista Walter Barelli, o Dieese se consolidou como órgão produtor de dados e análise para as lutas da classe trabalhadora.
Nos anos de 1980, durante o processo Constituinte, ele foi um destacado assessor do movimento sindical pela inclusão de direitos aos trabalhadores, tendo composto – por indicação do então presidente Sarney – a Comissão Provisória de Estudos Constitucionais, conhecida como “Comissão de Notáveis”.

Tal Comissão elaborou o anteprojeto de Constituição à Assembleia Constituinte. Em 1989, licenciou-se do Dieese pra apoiar Lula à Presidência. Com a vitória de Collor, foi coordenador do “governo paralelo”, pra acompanhar as medidas adotadas pelo novo governo.

De 1992 a 1994, Barelli foi Ministro do Trabalho de Itamar Franco, período em que articulou o “Fórum Nacional sobre o Contrato Coletivo e Relações de Trabalho”, a fim de estimular a negociação coletiva, aumentar a representatividade das entidades e a organização dos trabalhadores. De 1995 a 2002, foi secretário de Emprego e Relações do Trabalho do Estado de SP, nos governos Covas e Alckmin, quando implantou frentes de trabalho para desempregados e o Banco do Povo Paulista.

Entre 2003 e 2007 exerceu mandato de deputado federal (PSDB), tendo encaminhado inúmeros projetos de interesse dos trabalhadores. Posteriormente, Barelli foi professor do Instituto de Economia da Unicamp e membro do Cesit – Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho.

Walter Barelli foi um ser humano ímpar, ocupado em disseminar o conhecimento, buscando tornar compreensíveis ao povo as complexas teorias econômicas produzidas na academia e as inúmeras políticas adotadas por governos. Dizia: “Se os trabalhadores não entenderem o que estamos dizendo, nosso trabalho não vai servir pra nada”.

A homenagem a Walter Barelli, morto em 2019, estende-se a todos os trabalhadores, ao sindical e em especial ao Dieese, órgão ao qual seu nome sempre estará associado.

MAIS – Sites do Dieese e da Câmara Municipal de SP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui