Professora explica Conae 2024

0
72

A Conferência Nacional de Educação – Conae – realiza-se entre 28 e 30 de janeiro, na Capital Federal. Representantes de todo o Brasil participarão nas discussões sobre os rumos da Educação no país.

Plano – O evento visa organizar o novo Plano Nacional de Educação (PNE) para o decênio 2024-2034, e conta com organização do Ministério da Educação, junto com o Fórum Nacional de Educação.

Paola Fernanda Guidi Meneghin, representante da Fepesp – Federação dos Professores do Estado de São Paulo – afirma: “As expectativas da Conae abrangem a retomada da participação pública, combatendo o desmonte que houve da educação, promovendo a recuperação da confiança na instituição escolar e na profissão docente”.

Propostas – Enquanto representante da Federação, Paola informa que “pretende propor vários pontos e defender a retomada das diretrizes de formação docente de 2015, a anulação da Base Nacional Comum para formação de professores da educação básica, assim como lutar pela revogação do novo ensino médio”

Futuro – Para a professora de Biologia, Robótica e Matemática, do Sesi, “o PNE deve seguir em torno de mudanças estruturais, e preservadas independentemente do governo vigente.”

Os pontos determinantes dessa política, ela aponta, “devem garantir o ensino público de qualidade para todos os níveis e modalidades, além de combater as influências dos reformadores empresariais, produzir um documento plural que respeite as especificações locais, e garanta os direitos dos profissionais da Educação.”

Segundo a professora Paola Fernanda Guidi Meneghin, os docentes esperam que “haja espaços para mais reivindicações e que nossas identidades sejam preservadas”. Ela completa: “A docência está sendo atacada sistematicamente por setores retrógrados da sociedade. Esperamos que um dia nossa escola seja a escola que Paulo Freire esperançou”.

MAIS – Site do Ministério da Educação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui