Sindicatos de frentistas do Rio dialogam com o TRT

0
74

Na quarta (4), representantes dos três sindicatos dos frentistas do Estado do Rio de Janeiro se reuniram com o presidente do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), desembargador César Marques. Eles foram recebidos no gabinete da Presidência do Tribunal.

O objetivo do encontro foi construir relações e estabelecer um canal de diálogo com a Justiça do Trabalho local.

Participaram da conversa os presidentes do Sinpospetro-RJ (e da Fenepospetro), Eusébio Pinto Neto, do Sinpospetro Niterói e Região, Alexsandro Santos, e do Sinpospetro Campos e Região, Valdeci Guimarães.

Eusébio destacou a relevância do diálogo com os poderes para a defesa da democracia. E expôs sua visão sobre a Reforma Trabalhista e os governos Temer e Bolsonaro, em relação aos Sindicatos de trabalhadores.

O dirigente da Federação defendeu a existência da Contribuição Assistencial para ter entidades sindicais fortes e autônomas. “No jogo do poder econômico, quem perde sempre é o mais fraco. Os dirigentes sindicais lutam por direitos, defendem e orientam a categoria, mesmo quando os trabalhadores não reconhecem esse trabalho”, disse Eusébio.

O presidente do TRT-RJ, César Marques, apresentou aos sindicalistas as inovações que têm sido implementadas para aprimorar a comunicação do órgão com os trabalhadores.

História – Sobre as lutas dos frentistas, Eusébio fez um breve histórico e afirmou que os dirigentes dos Sindicatos do Rio de Janeiro resistiram, mesmo sem o custeio sindical, e garantiram os direitos estabelecidos nas convenções coletivas.

Os advogados Ricardo Menezes, Thais Farah (Sinpospetro-RJ) e Letícia Aparecida (Sinpospetro Campos) também participaram da conversa.

MAIS – Acesse os sites do SINPOSPETRO-RJSINPOSPETRO-NITERÓI e SINPOSPETRO CAMPOS.

Fonte: Com informações do SINPOSPETRO-RJ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui