Os funcionários da Cinpal Filial, em Taboão da Serra, região metropolitana de SP, realizaram assembleia quarta (23), conduzida pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região. A mobilização reivindicou melhores condições e também a garantia de segurança contra acidente de trabalho na empresa.

A ação ocorreu após a tragédia da morte de Ailton Aparecido Duarte de Andrade, 48 anos, trabalhador da Cinpal que sofreu acidente de trabalho fatal dentro da fábrica, na terça (22). Segundo Marcelo Mendes, diretor da entidade, é importante discutir a saúde e a segurança de todos.

“Evidenciamos as condições às quais os trabalhadores estão submetidos e a importância de discutirmos saúde e segurança no local de trabalho. Continuaremos acompanhando e cobrando a solução dessa tragédia, para que outras não aconteçam”, destaca o dirigente.

A diretoria dos Metalúrgicos levou solidariedade aos companheiros de Ailton na Cinpal. Segundo Marcel Simões, também diretor no Sindicato, esse momento exige comprometimento da empresa e de órgãos competentes, pra evitar que outros acidentes similares aconteçam.

“Perder um colega de trabalho nunca é fácil. Ailton era gente boa. Guardava na carteira mensagens agradecendo a Deus e pedindo proteção pra toda a família”, afirma Marcel.

Investigações – A diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco já informou que irá acompanhar as autoridades e exige que providências sejam tomadas, a fim de evitar novos acidentes na Cinpal.

MAIS – Acesse o site dos Metalúrgicos de Osasco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui