Aos 40 anos, Diesat orienta ações sobre a saúde do trabalhador

0
414
Eduardo Bonfim é entrevistado pelo jornalista João Franzin, da Agência Sindical

O sindicalismo brasileiro criou três Departamentos de assessoramento. O econômico é o Dieese, o político-parlamentar é o Diap e o de Saúde é o Diesat – Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisa de Saúde e dos Ambientes de Trabalho.

A entidade, presidida por Edison Flores, Sintaema/SP, tem 40 anos. Pra falar dessa trajetória, a live da Agência Sindical dia 26 (quarta) ouviu Eduardo Bonfim, coordenador-técnico.

Profissional com ampla formação, Bonfim reafirmou os compromissos do Diesat, citou campanhas notórias – como a do banimento do amianto -, explicou o funcionamento da entidade e chamou o movimento a reforçar ações pela saúde do trabalhador, dentro e fora do ambiente de trabalho.

TRECHOS PRINCIPAIS:

Diesat – A saúde e a segurança do trabalhador precisam ser colocadas em evidência. As ações do Diesat, que se originam nas lutas da década de 70, buscam construir iniciativas a partir da própria vivência e relatos dos trabalhadores, além das demandas das entidades sindicais.

Conteúdo – O Diesat, continuadamente, produz conteúdo sobre os temas de sua área, como revistas, notas técnicas, nota informativa e outros documentos. No momento, desenvolve parceria com a Fiocruz, a fim discutir ambientes de saúde no trabalho. Materiais sobre tais temas não faltam.

Histórico – Nessas quatro décadas, o Diesat tem um importante acúmulo de experiências e projetos, como qualificação social, formações específicas, debates com especialistas, campanhas, a exemplo do banimento do amianto, defesa da seguridade social pública, além do programa de saúde do trabalhador, que foi o embrião do Cerest.

Cerest – Centro de Referência de Saúde do Trabalhador, que funciona em muitos municípios. Se o trabalhador sofre acidente ou tem problema de saúde provocado pelo trabalho, pode procurar apoio e orientação no Cerest, que tomará as providências, entre as quais a vigilância do local de trabalho.

Governo – Mesmo em meio às adversidades conjunturais, não cessa a discussão da saúde do trabalhador, independentemente de qual seja o governo. Dada a sua importância social, essa luta tem que seguir, seja qual for a linha dos governos.

Covid-19 – Elaboramos documentos e produzimos vídeos específicos. Eles levantam a discussão do nexo causal, relacionado às atividades laborais. Esse conteúdo está à disposição do sindicalismo, das universidades e de quem mais queira utilizar ou difundir.

Atendimento – O Diesat não faz atendimento direto ao trabalhador. A orientação é para que faça encaminhamento com sua entidade sindical – até porque aquele pode ser um problema coletivo. O Diesat, de todo modo, se dispõe a dialogar com todos, para atendimento ou a fim de orientar e compartilhar conteúdo.

Contato – Acesse o site do Diesat.

LIVE – Clique aqui e assista na íntegra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui