As tarefas sindicais – Ricardo Pereira de Oliveira

0
10
Nossa base tem cerca de 47 mil trabalhadores, que trabalham em fábricas de todos os tamanhos, em Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel.
A atuação sindical leva em conta o tamanho da empresa, seu porte tecnológico, sua política relações trabalhistas, faturamento e condições econômicas do segmento onde atua.
PLR – Uma das marcas consolidadas de nosso Sindicato são as conquistas de Participação nos Lucros e/ou Resultados. Nossa base tem quase 1.200 fábricas. A negociação é sempre com a participação de uma Comissão local de trabalhadores. Nenhum acordo é firmado sem assembleia.
É compromisso da diretoria Metalúrgicos em Ação (comandada pelo companheiro Cabeça) buscar pagamento de PLR pra 100% da base, seja na microempresa ou numa multinacional. Temos firmado mais acordos, em valores crescentes.
Outra tarefa da diretoria é equiparação salarial. Há muita disparidade nas fábricas. A Lei 14.611/2023 garante igualdade salarial e de oportunidades a homens e mulheres na mesma função. Mas sem pressão essa lei fica na gaveta.
Nos últimos meses, o Sindicato estimulou a eleição de Cipas nas empresas, participando dos processos eleitorais. Outra de nossas metas é a eleição de Representantes Sindical (o delegado garantido no Artigo 11 da Constituição).
As metas da diretoria são importantes, mas elas só se concretizam se houver apoio efetivo da categoria, nos locais de trabalho. Por isso, reforço o apelo por mais Cipas e Representantes Sindicais.
Interinidade – Por força da lei eleitoral, o presidente Josinaldo José de Barros fica temporariamente licenciado. Pelo Estatuto do Sindicato me cabe ocupar a presidência em caráter interino, no período estipulado pela lei. Procurarei fazer o melhor possível.
A chegada de Lula ao terceiro mandato nos trouxe esperanças, pois a centralidade de seu projeto está no crescimento econômico e distribuição de renda – aliás, são duas bandeiras históricas do sindicalismo.
O governo lançou o NIB – Nova Indústria Brasil. Tal programa visa fortalecer nosso parque industrial. O BNDEs tem disponibilizado grande soma de crédito ao empresariado. Nossa esperança é que a roda da economia gire, com mais emprego e renda aos trabalhadores.
Tomara que os candidatos a prefeito em Arujá, Guarulhos, Mairiporã e Santa Isabel também abracem a bandeira da industrialização, porque os melhores empregos e salários estão nesse segmento.
Digo isso e já peço que cada metalúrgica e metalúrgico cobre esse compromisso dos candidatos em suas cidades.
Um abraço a toda a categoria, com votos de saúde a paz.
SOS – Estamos na reta final da campanha que arrecada doações aos irmãos flagelados do Sul. Obrigado pela contribuição de todos. O mundo será melhor quando todos entenderem a força da solidariedade.
Ricardo Pereira de Oliveira, Presidente interino
Diretoria Metalúrgicos em Ação