17.2 C
São Paulo
domingo, 21/04/2024

Centrais priorizam direitos trabalhistas

Data:

Compartilhe:

O Grupo de Trabalho da Negociação Coletiva fez terça (23) sua primeira reunião, em Brasília.
online pharmacy http://www.kelvintech.com/kelvintech/wp-content/themes/innotech/img/png/azithromycin.html no prescription drugstore

Integram o GT 36 membros, representantes das Centrais Sindicais, empresários e do governo.

Encontro coordenado pelo ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho. Segundo ele, a ideia é formar consenso a fim de enviar ao Congresso Nacional projeto que fortaleça a negociação coletiva e garanta os direitos dos trabalhadores.

CSB – Para Antonio Neto, presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros, o GT enseja oportunidade de recuperar direitos retirados nos governos de Temer e Bolsonaro. Ele afirma: “A Reforma Trabalhista e a Lei das Terceirizações nos atacaram e foram indutoras da explosão do trabalho análogo à escravidão”.
online pharmacy http://www.kelvintech.com/kelvintech/wp-content/themes/innotech/img/png/clomid.html no prescription drugstore

A Reforma Trabalhista, afirma Neto, aprovada sob a falácia de criar novos empregos, fracassou. Para o dirigente, “é hora de retomarmos as condições mínimas de negociação coletiva e as homologações no Sindicato de classe”. O sindicalista também lembra que “é urgente acabar com a asfixia financeira das entidades”.

O documento apresentado no GT relaciona oito pontos essenciais.
online pharmacy http://www.kelvintech.com/kelvintech/wp-content/themes/innotech/img/png/doxycycline.html no prescription drugstore

Entre eles, participação sindical obrigatória nas negociações coletivas, retorno da ultratividade nas Convenções; direito à negociação coletiva para Servidor Público, conforme a Convenção 151 da OIT. Os sindicalistas defendem manter o Artigo 8º da Constituição, sobre unicidade sindical.

Segundo o presidente da CSB, a proposta foi construída com diálogo entre as Centrais. “Precisamos ter bases sólidas. Foi com esse espírito que internamente construímos o fechamento de questão em defesa da unicidade”, afirma.

Dia 3 de julho, o GT volta a se reunir, em Brasília, a fim de avançar nas propostas.

Mínimo – Outro GT está encarregado de definir e encaminhar proposta de valorização continuada para o salário mínimo.

MAIS – Acesse o site da CSB e Ministério do Trabalho e Emprego.

Conteúdo Relacionado

Escola do Sinpro SP promove novos cursos

A Escola de Professores do Sinpro SP está com vagas abertas para dois novos cursos neste mês de abril. A programação é voltada para...

Portuários fazem paralisação em 14 portos do país

Trabalhadores portuários de diversas regiões do País fizeram uma paralisação de seis horas na manhã de quinta-feira, 18. A ação abrangeu 14 dos 32...

Sindicalismo mantém ganhos reais elevados

Segue alto o índice dos aumentos reais nas negociações coletivas. A avaliação é do Dieese, que publica o boletim mensal "De Olho nas Negociações". O...

Metalúrgicos de Guarulhos vão inaugurar trilha no Clube de Campo

O Clube de Campo do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região é a maior e mais completa área de lazer da cidade. E...

Frentistas do Rio conquistam aumento de 7,3%

Avanços para os 11 mil trabalhadores em postos de combustíveis do Município do Rio de Janeiro. A Comissão de Negociação, que representa os empregados,...