23.4 C
São Paulo
sábado, 15/06/2024

Sindicato dos Comerciários SP negocia ganhos a 40 mil vendedores

Data:

Compartilhe:

O Sindicato dos Comerciários de SP (filiado à UGT) assinou quarta, 4, a Convenção Coletiva 2023/24 com o patronal Sindicalçados.

Acordo beneficia cerca de 40 mil trabalhadores em lojas de calçados na Capital. Data-base 1º de setembro.

Pisos – Piso salarial geral chega a R$ 1. 890,00. Ao vendedor comissionista assegura-se remuneração mínima de R$ 2.269,00. “Mas, se a pessoa tiver um mês bom em vendas, claro que seu ganho será muito maior, pois somará as comissões relativas ao montante”, explica Josimar Andrade de Assis, diretor do Sindicato.

Tíquete – A partir desta Convenção, todo empregado no segmento passa a dispor de tíquete-refeição por dia trabalhado. Valor convencionado é de R$ 15,00.

Mulheres – A Norma Coletiva, já em vigor, traz benefícios específicos à mulher, como fornecimento de absorvente pela empresa, sem custo.

Patah – Presidente do Sindicato, Ricardo Patah atuou na linha de frente das negociações. Ele aponta a garantia da homologação no Sindicato como uma conquista relevante.

O dirigente comenta: “Com isso, cai por terra uma das maldades da reforma trabalhista de 2017. Com a homologação no Sindicato, temos condições de examinar cada quitação, assegurando ao trabalhador a integralidade de seus direitos”.

Outros – Seguro de vida, voucher para as mães trabalhadoras, assistência à saúde, entre outros, integram o conjunto e itens negociados. O Sindicato realiza, ao longo do ano, negociações coletivas com 16 entidades empresariais setoriais.

MAIS – Site do Sindicato e pelo telefone (11) 2121.5900.

Conteúdo Relacionado

Cesta básica sobe, mostra o Dieese

Pesquisa mensal do Dieese apura que em maio o valor do conjunto de alimentos básicos aumentou em 11 das 17 Capitais. A Pesquisa Nacional...

Sindicato de Niterói firma aditivo com avanços

Mais uma vitória para uma grande parcela de frentistas no Estado do Rio de Janeiro. Desta vez, de Araruama, Cachoeira de Macacu, Guapimirim, Iguaba...

Miguel da Força defende democracia e inclusão

Na quarta (12), Miguel Torres falou em nome do sindicalismo nacional e da classe trabalhadora na Conferência da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra,...

CUT debate os impactos dos parques eólicos para a classe trabalhadora

A CUT debateu nesta terça-feira (11) e quarta-feira (12) em Natal, no Rio Grande do Norte, os impactos dos parques eólicos nas comunidades locais,...

Químicos de Rio Claro fazem Curso de Fortalecimento da CIPA

O Sindicato dos Químicos de Rio Claro e Região, em parceria com o DIESAT e com o apoio da FEQUIMFAR, realiza entre os dias 10...