O Sindicato dos Comerciários de São Paulo levará, no dia 29 de maio, um grupo de jovens de periferia, idosos e pessoas com síndrome de down para visitar a exposição “Os 200 anos da Independência e nós, trabalhadores”, promovida pela União Geral dos Trabalhadores (UGT) e que está em cartaz no canteiro central da Avenida Paulista.

Nesta, que é a oitava edição da exposição, as obras são assinadas pelo muralista Eduardo Kobra e colocam em primeiro plano os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil, que são os verdadeiros motores que fazem a roda da economia girar, promovendo o crescimento do País.

“Esta exposição evidencia quem realmente impulsiona o crescimento brasileiro, que são os trabalhadores e trabalhadoras dessa terra e que, ao longo desses 200 anos de independência, sempre foram deixados de lado ou simplesmente invisíveis para alguns setores da sociedade”, afirma Ricardo Patah, presidente dos Comerciários de SP e da UGT.

Segundo o dirigente, a classe trabalhadora raramente é retratada em obras artísticas. “Basta a gente observar a imagem de D. Pedro I montado num cavalo, segurando uma espada e gritando ‘Independência ou morte!’. Em nenhum momento a gente consegue identificar trabalhadores”, explica Patah.

Segundo José Gonzaga da Cruz, vice-presidente do Sindicato dos Comerciários, a proposta do passeio é levar para a exposição, que acontece a céu aberto, pessoas que não têm a oportunidade ou que não vão com frequência até a Avenida Paulista para ver de perto o trabalho de Eduardo Kobra e a ação cultural promovida pela UGT.

“É uma contrapartida social que pode servir de motivação para outras pessoas que, por ventura, tenham uma veia artística, já que o Kobra saiu da periferia e ganhou o mundo com sua arte”, explica José.

MAIS – Site do Comerciários de SP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui