20.6 C
São Paulo
sábado, 20/04/2024

Conselhos de Enfermagem discordam da decisão de Barroso

Data:

Compartilhe:

A enfermagem brasileira é representada por meio de Conselhos – o Cofen, federal, e os regionais, Coren. Os trabalhadores são ligados a Sindicatos laborais.

As duas entidades publicaram NOTA, nesta segunda, 5/9, na qual discordam do ministro Luís Roberto Barroso, que suspendeu os efeitos da Lei 14.434/22 – Lei do Piso Salarial da Enfermagem.

A cautelar foi concedida sob a condição de se apresentar, em 60 dias, estudo do impacto orçamentário para implementação do Piso nos serviços de saúde, públicos e privados.

Segundo a NOTA, “a liminar de Barroso considera o risco de inviabilidade do Piso Salarial, sob o ponto de vista puramente orçamentário e falsa alegação unilateral da CNSaúde de que a eficácia da Lei põe em risco demissões e falta de leitos”. A CNSaúde é patronal.

Coren-SP – A Agência Sindical ouviu James Francisco Pedro dos Santos, presidente do Conselho do Estado de SP, entidade que não tem natureza sindical. Porém, ressalta James, “dará apoio a todas as manifestações legítimas dos Sindicatos”.

Quanto a recursos, ele observa: “Basta o governo desonerar um 18º setor, o da Saúde, pois outros 17 já foram contemplados com desonerações”. Ele também aponta que a taxação dos jogos de azar da mineração podem levantar os R$ 16 bilhões alegados com necessários para implementação do Piso.

Pressão – O setor de Saúde emprega 2.710.421 trabalhadores. Para o presidente do Coren, “os trabalhadores e suas entidades farão pressão pela preservação da Lei 14.434/22”. Ele também pede pressão do conjunto da sociedade para que a conquista assegurada na Lei seja implementada.

VEJA A NOTA

 

LEIA TAMBÉM:

QUEM FOI QUEM ORIENTA ELEITOR

PLR NA USIMINAS PODE CHEGAR A R$ 9 MIL

BANCÁRIOS ASSINAM CONVENÇÃO COLETIVA

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Escola do Sinpro SP promove novos cursos

A Escola de Professores do Sinpro SP está com vagas abertas para dois novos cursos neste mês de abril. A programação é voltada para...

Portuários fazem paralisação em 14 portos do país

Trabalhadores portuários de diversas regiões do País fizeram uma paralisação de seis horas na manhã de quinta-feira, 18. A ação abrangeu 14 dos 32...

Sindicalismo mantém ganhos reais elevados

Segue alto o índice dos aumentos reais nas negociações coletivas. A avaliação é do Dieese, que publica o boletim mensal "De Olho nas Negociações". O...

Metalúrgicos de Guarulhos vão inaugurar trilha no Clube de Campo

O Clube de Campo do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região é a maior e mais completa área de lazer da cidade. E...

Frentistas do Rio conquistam aumento de 7,3%

Avanços para os 11 mil trabalhadores em postos de combustíveis do Município do Rio de Janeiro. A Comissão de Negociação, que representa os empregados,...