Cresce pauta sobre home office nas negociações trabalhistas

0
316

A presença de uma pauta referente ao trabalho remoto – home office – nas negociações trabalhistas de 2020 teve elevação de mais de seis vezes em comparação ao ano passado. O levantamento, divulgado é da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), feito com base em dados do Ministério da Economia.
online pharmacy http://www.nicaweb.com/images/photoalbum/gif/valtrex.html no prescription drugstore

Segundo a pesquisa, o trabalho remoto já está presente em 15,9% das negociações coletivas em 2020. Esse número era de 2,4% no ano passado, o que representa um aumento de 6,6 vezes da presença da pauta nas negociações trabalhistas no comparativo de 2020 e 2019, até o mês de setembro. Segundo a Fipe, o crescimento do home office nos acordos ocorreu após o início da pandemia de covid-19.

Recentemente, trabalhadores de empresas do setor industrial farmacêutico no estado de São Paulo fecharam acordo que estabelece condições de trabalho aos empregados em regime de home office ou trabalho remoto e preserva seus direitos em Convenção Coletiva da categoria.

O presidente da Fequimfar, Sérgio Luiz Leite (Serginho), ressalta que o objetivo é manter os mesmos benefícios do trabalho presencial aos trabalhadores telepresenciais diante das atuais mudanças na organização do trabalho. “Os Químicos da Força fizeram história e garantiram importante vitória aos trabalhadores do setor farmacêutico”, comemora Serginho.

O sindicalista explica que esse Acordo visa a proteção de todos os trabalhadores em modalidade de trabalho remoto e home office.
online pharmacy http://www.nicaweb.com/images/photoalbum/gif/propecia.html no prescription drugstore

“Foram estabelecidas regras para garantir que usufruam dos mesmos direitos que os trabalhadores nas instalações da empresa. As orientações abrangem a organização do trabalho, a saúde e segurança, jornada, entre outros.”

Negociações salariais

De acordo com o levantamento, no acumulado do ano até setembro, os trabalhadores conseguiram aumento real, ou seja, elevação do salário acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), em 45,9% das negociações coletivas. Em 29,6% delas, o reajuste foi igual ao INPC; e em 24,5%, abaixo do índice.
online pharmacy http://www.nicaweb.com/images/photoalbum/gif/wellbutrin.html no prescription drugstore

Em setembro, o piso salarial obtido pelos trabalhadores nas negociações coletivas foi de R$ 1.300, 24,4% superior ao salário-mínimo nacional, de R$ 1.045.

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui