23.3 C
São Paulo
quarta-feira, 17/07/2024

Democracia sem covardia – Por Josinaldo Cabeça

Data:

Compartilhe:

No ano passado escrevi neste espaço várias vezes sobre democracia. Sempre procurei valorizar o regime democrático e mostrar que os avanços são maiores quando a sociedade e os governantes agem respeitando a Constituição e as leis.

O Sindicato que presido fez uma contínua pregação em favor da democracia, em 2022. Mostramos que, com democracia, os trabalhadores melhoram os salários e podem ampliar direitos.

Cito três episódios que simbolizam essa nossa luta: A Conclat em abril, que definiu a Pauta Unitária da Classe Trabalhadora; Nossa presença, em 11 de agosto, na manifestação cívica pró-democracia, na Faculdade de Direito da USP, na Capital; O engajamento de nossos diretores e ativistas pela eleição de Lula, pois a vitória bolsonarista seria mais atraso, mais arrocho, mais recessão e mais violência.

Nem todos entenderam nossa firme defesa da democracia e até questionavam se o Sindicato não estava se desviando das suas finalidades. Pois bem: os atos de vandalismo no domingo, dia 8, em Brasília, mostraram que nossa orientação estava correta.

O que aconteceu na Capital Federal foi um ataque violento contra a democracia, as instituições e o Estado brasileiro. Foi baderna, foi vandalismo e foi terrorismo. O setor radicalizado do bolsonarismo tentou ganhar o poder na marra. Mas acabou derrotado.

Agenda – A luta sindical se apoia em três eixos: emprego, renda e condições de trabalho. Nunca nos desviamos disso. Acrescento que, além disso, aumentamos os acordos pelo pagamento de PLR, melhoramos o Clube de Campo, ampliamos convênios e fizemos melhorias diversas nos serviços para a categoria.

Mais essa agenda de três eixos precisa agregar um quarto pilar: a defesa permanente do regime democrático. E isso faremos permanentemente neste ano em que o Sindicato completará seis décadas.

Para tanto, faremos em nossa base contínua pregação pró-democracia, utilizando nossas redes sociais e também nas ações em porta de fábrica.

Estimularemos todas as formas de diálogo. Participaremos de atos por democracia. Atuaremos ainda mais sintonizados com os marcos da Constituição.

Combate – O mesmo empenho em valorizar o Estado Democrático de Direito teremos pra combater os inimigos da democracia, fustigar os defensores da violência e denunciar os extremistas.

Quanto ao governo de Lula, apoiaremos as iniciativas salutares para o País e ao nosso povo, especialmente à classe trabalhadora. E criticaremos eventuais erros. Se houver desvios de conduta, cobraremos que sejam apurados e punidos.

Guarulhos – Soube que tem gente da cidade metida na preparação dos atos terroristas em Brasília. Caso isso se confirme, que paguem pelos ataques ao Estado democrático e a um governo eleito pelo voto do povo.

Josinaldo José de Barros (Cabeça)
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região.
Diretoria Metalúrgicos em Ação

Email – josinaldo@metalurgico.org.br
Site – www.metalurgico.org.br
Facebook: /josinaldo.cabeca.1

Clique aqui e leia mais opiniões

Josinaldo - Cabeça
Josinaldo - Cabeça
Josinaldo José de Barros (Cabeça), presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região Email - josinaldo@metalurgico.org.br

Conteúdo Relacionado

Eleições metalúrgicas em São Paulo e Mogi das Cruzes – Miguel Torres

Nos dias 6, 7 e 8 de agosto de 2024, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, na subsede de Mogi das...

Análise da produção legislativa do Congresso no 1º semestre – Neuriberg Dias

O balanço da produção legislativa do primeiro semestre de 2024, considerando as propostas transformadas em normas jurídicas, entre 1º de janeiro e 31 de...

Cuidar das cidades e da população – Murilo Pinheiro

Nova edição do projeto “Cresce Brasil”, lançada pela FNE nesta segunda (15/7), traz propostas factíveis para garantir qualidade de vida e desenvolvimento local.A...

Sindicalismo precisa olhar para os jovens – Manoel Paulo

“Tudo depende dos jovens. De fato, somente os jovens possuem a chave. A coragem e as ações dos jovens transbordantes do espírito de pioneirismo...

Democracia se constrói com igualdade social e respeito – Eusébio Neto

Na disputa da bola vale tudo, mas o respeito ao adversário é um dos princípios para um jogo limpo e ético. A rivalidade em...