O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acredita que o movimento sindical tem a missão de ajudar a eleger um Congresso Nacional de maioria progressista, com parlamentares voltados aos interesses da classe trabalhadora. O discurso do petista ocorreu segunda (4), na sede da CUT, em SP, durante reunião da Executiva Nacional da Central.

Para Lula, a tarefa do sindicalismo é dialogar com as categorias sobre quais candidatos devem ser eleitos deputados e senadores neste ano. “Esta é uma tarefa que os comitês terão que fazer. Temos de executar algo diferente pra colher algo diferente”, enfatiza.

Para o petista, é importante que o Congresso tenha representantes comprometidos com as pautas trabalhistas e sociais, a fim de garantir êxito em matérias que tragam avanços pra toda a sociedade.

“Qualquer coisa que quisermos vai ter de passar pelo Congresso. Se não mudar, não vamos conseguir fazer a contrarreforma que precisamos. E se a gente ganhar e tiver minoria? Não adianta chorar”, avalia o ex-presidente.

Encontro – Lula participou de reunião na sede da CUT, em SP, para receber documento com propostas dos trabalhadores filiados à Central, apontando caminhos para a reconstrução do País.

Nesta quinta, dia 7 de abril, ocorre a terceira edição da Conferência Nacional da Classe Trabalhadora (Conclat). O evento reune outras Centrais Sindicais e apresentará a Pauta Unitária de Reivindicações dos Trabalhadores. O documento será entregue a todos os candidatos à Presidência da República, governos estaduais e lideranças políticas no Congresso.

MAIS – Acesse o site da CUT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui