Educadores divulgam Manifesto pela democracia

0
209
manifesto educadores
Além da Federação, dirigentes de várias entidades subscrevem o Manifesto

“Podemos dar um fim a esse tempo sombrio, almejar por um governo que respeite quem trabalha, que incentive nossa autoestima, que promova a justiça e o bem estar social”. Assim fala o Manifesto da Federação dos Professores do Estado de São Paulo (Fepesp) em defesa da Educação e da democracia.

O “Manifesto de apoio à volta do Brasil aos brasileiros: Pelo voto nos que defendem nossos interesses”, foi divulgado no site e nas redes sociais da Fepesp e de outras entidades sindicais.

Além da valorização dos professores e da educação, o Manifesto ressalta a importância da luta pela justiça social, o papel do Brasil no cenário global e a luta contra abusos com o dinheiro público.

Subscrevem o documento o presidente da Fepesp, professor Celso Napolitano, e outros 44 dirigentes sindicais. Na terça (18), o dirigente participou de uma live para divulgar o documento. Assista!

Leia o Manifesto Completo:

Manifesto de apoio à volta do Brasil aos brasileiros: Pelo voto nos que defendem nossos interesses

Dos educadores espera-se uma atitude de defesa intransigente do conhecimento, da ciência, do desenvolvimento da consciência crítica para o exercício da cidadania. A defesa de uma Educação de qualidade, com acesso amplo, oportunidade para todos. Se de um lado temos a defesa da soberania nacional – que deve ser o nosso lado – do outro, lamentamos identificar um entreguismo abjeto, que promove a desindustrialização do país, entrega as matas aos madeireiros e às queimadas, corta verbas da Educação, persegue e desprestigia educadoras e educadores, desvaloriza trabalhadores e dificulta o acesso à Justiça do Trabalho.

Podemos dar um fim a esse tempo sombrio, almejar por um governo que respeite quem trabalha, que incentive nossa autoestima, que promova a Justiça e o bem estar social. Que não distribua nosso dinheiro a seus apaniguados via ‘orçamentos secretos’. Que retome a importância do Brasil no cenário global e que, novamente, no dê motivos para ter orgulho de sermos brasileiros.

Por isso, e sem nenhuma surpresa, os dirigentes sindicais que representam os interesses das professoras, dos professores e de todos os profissionais da Educação nas escolas particulares do Estado de São Paulo não irão se omitir neste momento. É preciso derrotar o atraso. E isso se dá com o voto decisivo no segundo turno, dia 30 de outubro, nos candidatos que podem voltar a reescrever uma história do Brasil a favor dos brasileiros.

Primeiras assinaturas:

Celso Napolitano – presidente da Federação dos Professores do Estado de São Paulo

Salomão de Castro Farias – Presidente Sinprosasco

Gentil Gonçales Filho-  presidente do Sinprovales

Juliana Bauer de Oliveira – Presidente do Sinteee Franca

Valdecir Caetano – Presidente do SAAE Rio Preto

Jeferson Campos – Presidente do Sinpro Taubaté e Região

Luiz Carlos Custódio – Presidente do Sinpro Araçatuba e Região

Sandra Baraldi Pereira – Presidente do SINPRO Jundiaí

José Roberto Cruz – presidente do Sinpro Jacareí

Walter Alves – presidente do Sinpro Santos e Região

Onassis Matias Xavier – secretário geral Sinprosasco

Sandra Baraldi Pereira – Presidente do Sinpro Jundiaí

Edilene Arjoni – Presidente do Sinpro ABC

Cristiane Fernandes Elias – Vice presidente do Sinpro Santos

Aloísio Alves da Silva – secretário geral do Sinpro ABC

Luiz Antonio Barbagli – presidente do SinproSP

Silvia Barbara – diretora do Sinpro São Paulo

Alcides Alves dos Santos Júnior- sinpro Valinhos-Vinhedo

Regina Helena Fernandes – tesoureira do Sinteee-Franca

Vera Gorron – Sinpro Unicidades

Paulo Henrique – Sintraensino Ourinhos

Claudio Jorge – diretor do Sinpro Valinhos Vinhedo

Ligia Palumbo – diretora do Sinpro Santos

Antonio Dias de Novaes – presidente do Sinpaae Ribeirão Preto

Edmar Delmachio – presidente do Sinpro São José do Rio Preto

Conceição Fornasari –  presidente do Sinpro Campinas

Mara Kitamura – presidente do Sinpro Sorocaba

Paola Fernanda Guidi Meneghin de Oliveira – diretora do Sinpro Campinas

Samuel Favero – presidente do Sinpro Jau

José Dalmar Acorinte – diretor do SinPro Jundiaí

Daniel Lopes Martin Almeida – Secretário geral do SinproVales

José Carlos Oliveira Costa – vice-presidente do Sinpro ABC

Gladston Alberto Minoto da Silva – secretário de Assuntos Financeiros do Sinpro ABC

Elias José Balbino da Silva – secretário de Formação Sindical e Organização de Base do Sinpro ABC

Mariana de Melo Rocha – secretária de Assuntos Jurídicos do Sinpro ABC

Denise Filomena Lopes Marques – secretária de Assuntos Educacionais do Sinpro ABC

Rafael Pereira Fieri – secretário de Comunicação do Sinpro ABC

Edélcio Plenas Gomes – diretor do Sinpro ABC

José Jorge Maggio – diretor do Sinpro ABC

Maria Aparecida de Donato – diretor do Sinpro ABC

Maria Lucia Minoto da Silva – diretor do Sinpro ABC

Nelson Bertarello – diretor, Sinpro ABC

Vandré Kopcak – diretor do Sinpro ABC

MAIS – FEPESP

LEIA TAMBÉM:

SUDESTE LIDERA DENÚNCIAS DE ASSÉDIO ELEITORAL

LULA PROMETE EQUIPARAÇÃO PARA TRABALHADORAS

COMERCIÁRIOS FECHAM NOVO ACORDO COM AVANÇOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui