A indústria da alimentação emprega 1,6 milhão de pessoas, essenciais para o abastecimento e a economia do País. Mas nem sempre esses trabalhadores têm real noção do seu valor.

Pra estimular essa consciência, as Confederações CNTA Afins e Contac-CUT lançam sexta (23), às 10 horas, Campanha Nacional pela Valorização e Sindicalização dos Trabalhadores da Alimentação. A iniciativa tem apoio da União Internacional de Sindicatos da Alimentação (UITA).

O lançamento será on-line e terá participação do diretor-técnico do Dieese, Fausto Augusto Júnior, que vai apresentar dados estatísticos sobre a sindicalização no País.

Artur Bueno de Camargo, presidente da CNTA, afirma: “É preciso valorizar o trabalhador e que ele também apoie sua representação. É uma troca fundamental pra conquistarmos melhorias das condições de trabalho, salários, benefícios e direitos”.

Base – As duas confederações reúnem 370 Sindicatos e 22 Federações. “O trabalhador precisa entender que o movimento sindical é essencial e existe pra proteger os seus direitos. É uma relação recíproca”, reforça Artur.

A Campanha será divulgada por vários meios, como anúncio em rádios, redes sociais, faixas e carro de som nas empresas. A iniciativa também reforça a Campanha Salarial Unificada. “Queremos que o trabalhador entenda que sua atividade precisa ser mais valorizada. A partir daí, não vai aceitar qualquer reajuste ou proposta. Quem decide é ele”, afirma o dirigente.

Pandemia – Segundo Artur Bueno, a pandemia foi economicamente benéfica às grandes empresas do setor, que não diminuíram o ritmo e até aumentaram a produção. Visto o aumento da Covid-19 nos frigoríficos, que exigiu forte ação sindical pra denunciar e reverter a situação.

Artur prevê um cenário complicado nas negociações coletivas. “Temos que ter unidade e nos preparar. Vamos buscar a unificação na cadeia produtiva de cada categoria. Só através da luta da classe conseguiremos melhor distribuição de renda pras pessoas viverem dignamente”, diz.

Acompanhe – YouTube e Facebook das entidades. A Agência Sindical também transmitirá. Clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui